Mãe é acusada de abandono infantil após deixar recém-nascido sozinho em avenida

A mulher foi acusada de abandono infantil após deixar bebê sozinho e sujo debaixo de árvore. A mãe fugiu logo em seguida do acontecimento

Resumo da Notícia

  • Uma mulher abandonou o filho debaixo de uma árvore
  • A acusada já tinha feito o mesmo com um segundo filho
  • Os policiais levaram o bebê ao hospital e ele foi medicado

Durante a noite desta última quarta-feira, 2 de março, uma mulher foi pega em flagrante após após abandonar o filho de quatro meses em uma praça localizada na avenida Tenente Marques, na cidade de Cajamar, região metropolitana de São Paulo. Por volta das 16h, a mãe deixou o recém-nascido dentro de um carrinho debaixo de uma árvore. Mas, somente às 19h uma equipe da Polícia Militar encontrou a criança. Pois, durante o horário, realizavam o patrulhamento pelas ruas – e, ao avistarem uma estrutura suspeita no local do abandono, decidiram investigar

-Publicidade-

Quando a equipe de patrulha se aproximou da árvore, encontraram uma criança suja de vômito e fezes, enrolada em um lençol. E, perto do local do crime, os PM’s localizaram um RG que, de acordo testemunhas, se tratava da mãe da criança.

Após o resgate, os Policiais Militares levaram o bebê ao pronto socorro Hospital Regional de Cotia. E, segundo a equipe médica, a criança foi medicada e devidamente alimentada . Além de estar bem e sem qualquer ferimento. Os soldados Braga e Valter, Policiais que registraram a ocorrência de abandono, encontraram uma mulher próxima ao hospital, com as mesmas características físicas da foto do documento encontrado.

Criança foi abandonada suja pela mãe (Foto: Reprodução/Record TV)
Criança foi abandonada suja pela mãe (Foto: Reprodução/Record TV)

Quando a mãe foi abordada pelos Policiais, informou que tinha 29 anos e que cuidava sozinha do bebê. A  mulher não disse o motivo de ter abandonado o filho debaixo de uma árvore. No entanto, se exaltou durante os questionamentos e ainda tentou agredir os agentes.

Durante o depoimento da mãe, foi constatado que a mulher já possuía outro B.O (Boletim de Ocorrência) pelo mesmo motivo: abandono de outro filho. Devido a situação ter se repetido, o delegado responsável pelo caso decretou a prisão da mulher – que será encaminhada até a prisão feminina de Mairiporã. O bebê de 4 meses será encaminhado ao Conselho Tutelar.