Mãe é presa por abandonar filha em praça para poder ir em show de forró

O caso aconteceu em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, e segundo testemunhas a mulher ofereceu R$300 para duas pessoas confirmarem que a filha fugiu dela

Resumo da Notícia

  • Uma mulher foi presa por abandonar a filha em uma praça
  • A mulher deixou a filha sozinha para ir em um show de forró
  • Segundo testemunhas a mulher deu R$300 para duas pessoas confirmarem que a menina havia fugido dela

Uma mulher foi presa em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, por abandonar a filha de 10 anos em uma praça para poder ir em um show de forró. O delegado Caio Martines contou que a mulher ainda ofereceu R$ 300 para duas pessoas serem testemunhas na delegacia e confirmaram uma versão de que a criança fugiu dela, a menina estava chorando muito quando foi encontrada.

-Publicidade-

“Aqui na delegacia, a mulher que deixou a criança na praça alegou que a filha fugiu. Ela trouxe duas testemunhas que, em tese, teriam presenciado o fato da fuga. Em conversa com policiais, as testemunhas contaram que a mulher as abordou nas imediações da delegacia e ofereceu R$300 para darem declarações a favor dela”, explicou Caio Martines ao portal do G1.

A menina foi deixada sozinha na praça pela mãe
A menina foi deixada sozinha na praça pela mãe (Foto: Getty Images)

As duas testemunhas não foram presas porque contaram antes do depoimento que receberam a oferta do dinheiro e deram detalhes de como foram abordados. A Polícia Civil informou que a menina mora sozinha com a mãe e o pai não foi procurado por não acrescentar informações importantes para a investigação.

“Ela estava chorando, o que chamou a atenção de populares. Um casal a acolheu e ela disse que havia sido deixada sozinha na praça pela sua mãe, para esta ir ao forró”, detalhou o delegado. Segundo a Polícia Civil, após abandonar a filha, a mulher saiu do show de forró, foi para outro lugar e a criança permaneceu sozinha na praça. Um casal que passava pelo local viu o desespero da criança e a levou para a delegacia.

Segundo o conselheiro tutelar Clisio Ferreira, a criança está em um abrigo da prefeitura e pode ficar aos cuidados de um familiar enquanto a mãe estiver presa. “O evento se encerrou por volta de 4h, a mãe foi embora tomando rumo ignorado e a criança continuou abandonada na praça. Pegamos a menina e fizemos o acolhimento para ficar em segurança”, contou o conselheiro. Ao final da investigação, a mãe pode ser indiciada por abandono de incapaz e fraude processual, com pena que chega a 7 anos de prisão.