Criança

Mãe escreve texto emocionante sobre filho com autismo

"Fui à luta e consegui trazê-lo de volta à sociedade, consegui intregrá-lo"; veja relato na íntegra

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

AUTISMO

Confira depoimento da sogra da nossa blogueira, Clarice Dubin, quando recebeu o diagnóstico que seu filho era autista.

Por Dalva Tabachi

“Passado os primeiros momentos da revelação, a pessoa não tem outro jeito a não ser correr atrás de resolver o problema, e foi assim que fiz quando soube que tinha um filho diferente. Tratei dele sem saber o que ele tinha, sem diagnóstico e informação.
Sem falar até os 5 anos, pulando e se mordendo, fui à luta e consegui trazê-lo de volta à sociedade, consegui intregrá-lo.
Hoje através da minha página no facebook, trabalho falando sobre estimulação, como lutar e nunca desistir de tratar dos seus filhos.

Quando ele ficou adulto, uma neurologista me disse: “Seu filho é autista”. Aí eu já nem queria mais saber o que ele tinha.
Sempre digo, fiquem atentos as suas crianças, porque nem sempre a gente percebe ou quer aceitar que temos um filho Autista. Há caso que a pessoa esconde da família , amigos e do mundo.

Nunca escondi o Ricardo, muitas mães tentam esconder, para não expor a criança. Como defesa, é a primeira coisa que falo, que tenho um autista super bem, que faz natação no Master do Flamengo, toca violão e tamborim e adora escutar música aos domingos.

A minha sorte foi ter tido mais 3 filhos, todos menores do que ele . E o ajudaram muito, chamando o irmão para as brincadeiras, pois não entendiam que ele não sabia brincar.
São muitos os problemas que afetam as crianças, por essa razão temos que ficar atentos a tudo, e prestar bastante atenção sempre.

Eu quando adulta, fui diagnosticada, com THDA , quando eu era pequena tinha dificuldade em me concentrar. Ha também as crianças quietas, muitas vezes são tímidas, e assim crescem sem se relacionarem com outras pessoas. Conversando com uma Psiquiatra, ouvi dela que o tímido sofre muito. São muitos os relatos de mães que ouço, mães de crianças autistas.
Ler é muito bom, nos dá uma idéia de como as pessoas pensam, “Mundo Singular, de Dra. Ana Beatriz Barbosa”, é um livro sobre Autismo, ele explica muito coisa e ajuda as mães, sempre indico.”

**Dalva Tabachi Tenenbaum é mãe de 4 filhos, comerciante e autora de dois livros, “Mãe me ensina a conversar” e “Mãe eu tenho direito”, publicados pela Editora Rocco. Texto publicado no blog Sisters&Mommies. 

Leia também:

Marcos Mion: “É muito importante para uma criança autista ter um irmão”

Emocionante! Um texto de Suzana Gullo para conscientização do autismo

Pai se surpreende com atitude de policiais com filha autista

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não