Mãe faz alerta após tarraxa de brinco entrar no ouvido da filha: “Duas semanas sem perceber”

Haryenne Cristina Souza de Melo ficou por quase duas semanas sem perceber e só começou a desconfiar quando a temperatura da menina começou a subir

Resumo da Notícia

  • Haryenne Cristina Souza de Melo levou um susto quando a tarraxa de um dos brincos da filha entrou dentro do ouvido da bebê
  • A mãe ficou por quase duas semanas sem perceber e só começou a desconfiar quando a temperatura da menina começou a subir
  • Para tirar o metal de lá, Haryenne precisou levar a bebê ao hospital

Haryenne Cristina Souza de Melo, de Nova Iguaçu, levou um susto quando a tarraxa de um dos brincos da filha gêmea Maya, 1 ano e 9 meses, entrou dentro do ouvido da menina. A mãe ficou por quase duas semanas sem perceber e só começou a desconfiar quando a temperatura da menina começou a subir. “Botei o flash do celular no ouvido e dava pra ver só a pontinha, pois o resto está envolvido com cera, quase imperceptível”, lembra.

-Publicidade-

Para tirar o metal de lá, Haryenne precisou levar a bebê ao hospital. Por sorte, Maya não teve nenhuma complicação, mas ainda assim, a carioca alertou outras famílias pelas redes sociais. Na época, o post rendeu mais de 1 mil compartilhamentos. “Graças a Deus não causou danos graves. Mas, no mesmo dia, tirei os brincos da irmã dela, a Mayla. Hoje, as duas continuam sem brincos”, disse.

Mãe faz alerta após tarraxa de brinco entrar no ouvido da filha: “Duas semanas sem perceber” (Foto: Reprodução/ Instagram)

Confira, abaixo, parte do relato postado por ela nas redes sociais:

“Um dos brincos de Maya soltou da orelha e não achamos a tarraxa, pensamos que tinha perdido. Botamos o brinco na orelha de novo, mas sumiu novamente. Duas semanas depois, no domingo, dia 13 de setembro, aniversário de um ano dela, Maya começou a ter febre. Parava e voltava. Achamos que era por conta da tosse e mal estar que ela já estava. Mas ela começou a sentir também dores no ouvido, coloquei remédio e ela dormiu. Na madrugada do dia seguinte, usei o flash do celular para olhar o ouvido dela, coloquei no Zoom e dava para ver só a pontinha da tarraxa do brinco, pois o resto estava envolvido com cera, quase imperceptível. Durante o dia, fomos para o hospital e fizeram lavagem no ouvido, pois o processo com a pinça seria invasivo e ela estava sentiria dor. Felizmente, foi retirado com sucesso! Acredito que o objeto estava dentro do ouvido há 2 semanas. Nesse período era para ter infeccionado, mas, graças a Deus, o processo foi lento e não deixou danos. Tivemos que usar um alicate de unha para destravar a tarraxa do brinco da outra orelha. Não sabemos como se soltou ou se ela conseguiu tirar. Depois, do incidente, retirei os brincos das duas gêmeas, pois não quero passar por isso novamente.”