Criança

Mãos à obra: hora de deixar a criatividade rolar solta na sua casa!

Antes de colocar a mão na massa, seu filho precisa de um lugar certo e organizado para criar. E acredite: isso pode dar ainda mais asas à imaginação!

Cecilia Malavolta

Cecilia Malavolta ,Filha de Iêda e Afonso

Crianças esbanjam sua criatividade nos desenhos (Foto: GettyImage)

Ela vem sem avisar, assim, do nada e para crianças criativas, o melhor momento para colocar as ideias no papel é agora, na mesma hora. Mas nem sempre os materiais estão à mão ou o espaço organizado – e esse é o segredo: deixar tudo arrumado, pronto para a bagunça começar!

Junto e misturado
A primeira dica é manter os materiais no lugar. Se os cadernos, canetas, lápis, tintas e o que mais ele for usar estiverem espalhados pela casa, a probabilidade de que ele use é pequena.

O canto dele
Muitas vezes, a criatividade das crianças flui melhor em lugares que o perfeccionismo passa longe. Mas, calma. Isso não significa que você precise sair bagunçando tudo. Determine um espaço específico para que o seu filho possa criar à vontade e deixar seus pertences por lá – sempre tomando cuidado para que ele não quebre ou estrague nada.

Criar é só começar
Mantenha os materiais mais simples em um lugar que a criança consiga pegar sem precisar da ajuda de alguém. Assim, ele se sentirá mais independente e livre para criar no momento que a imaginação bater. Outros itens que merecem mais cuidado e acompanhamento, devem ficar guardados em um lugar diferente.

Vale o investimento
Além do melhor lugar, os materiais precisam ser bem pensados. Por isso, invista na qualidade – você não precisa comprar nada profissional, mas evite canetas e tintas mais baratas. “Crianças entendem de maneira subconsciente o valor e a qualidade das coisas – por isso querem comer o que está no nosso prato ou usar nossas coisas”, explica Jessica Balsley, fundadora e presidente da Universidade Arte de Educar, nos Estados Unidos.

Idade é documento
Jessica defende que, quanto mais nova a criança, menos materiais ela precisará para soltar a imaginação: comece com apenas uma folha de papel e um ou dois gizes de cera. Com o passar do tempo, vá incrementando a brincadeira incluindo mais opções como canetinhas, lápis e tinta. Para incentivar outras maneiras de criar, ofereça massinhas e argilas, por exemplo.

Obras de arte dentro de casa
Para estimular ainda mais a pegada de artista e a criatividade do seu filho, escolha as melhores obras de arte produzidas por ele – e aí fique de olho na diversidade, opte por peças feitas de diferentes materiais – e exponha pela casa. Seja um quadro pendurando na parede ou uma escultura de massinha na estante, isso vai fazer toda a diferença para a autoconfiança dele.

Meg Nicoll, educadora artística no Museu Eric Carle de Ilustração, nos Estados Unidos, acredita que essa é uma maneira empoderadora da criança enxergar o que ela fez. Ou seja: fazendo isso, você encoraja seu filho a explorar sua imaginação e criar ainda mais!

Leia também:

Mãe usa a criatividade e monta festa de aniversário para a filha com tema “Baby Shark”

Oba, férias! Temos uma dica incrível para seu filho se divertir e desenvolver a criatividade

Criatividade para todos os lados: fomos conhecer o espaço Faber-Castell e te contamos tudo que rolou