Criança

Médico brasileiro arranca risadas de seus pacientes para comemorar melhora

Doutor Vanderson Rocha é um renomado hematologista de São Paulo e comemora com seus pacientes cada evolução

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Dr. Anjo comemora com brincadeiras a cura de sua paciente (Foto: Reprodução/ Instagram @dr.vandersonrocha)

Dr. Anjo comemora com brincadeiras a cura de sua paciente (Foto: Reprodução/ Instagram @dr.vandersonrocha)

O hematologista Vanderson Rocha comemorou ao lado de sua paciente, Lia, o fim do tratamento da Talassemia, doença que diminui a quantidade de hemácias transportadoras de oxigênio no sangue, da qual estava finalmente curada! A doença obrigava a menina a realizar muitas transfusões, mas agora ela só consegue sorrir com as palhaçadas de seu médico. “Ele é um ser humano diferenciado, uma pessoa simples e de coração enorme! É apaixonado pela medicina e pela cura”, diz Juliana Roma, mãe da Lia ao site Razões para Acreditar.

Vanderson é chefe do setor de onco hematologia do Hospital Sírio-Libanês e do Hospital das Clínicas, além de professor titular de Hematologia na USP, diretor da Fundação ProSangue e autor de mais de 300 artigos científicos publicados. Ele é um dos primeiros profissionais a realizar transplante de medula de um doador não aparentado, tratamento inédito na América Latina.

“Como a Lia é muito pequenininha ela não ia entender o que é comemorar a pega da medula, que é quando constatamos que o transplante deu certo, então simplesmente fiz algo para ela saber que estávamos felizes” explicou ao site Razões para Acreditar

Por conta do trabalho inspirador e da sua relação com os pacientes, o doutor Vanderson ganhou um apelido: Dr. Anjo! “Todo mundo quer consultar com ele porque ele sabe muito e vai tentar de tudo para te salvar ou a quem você ama”, contou o vendedor Luciano Oliveira, pai de Gabriel, o Biel. Aos 6 ano, o menino foi diagnosticado com anemia falciforme grave, doença que lhe causa muitas dores. “Já vi meu filho chorar 36 horas com dor. Minha mulher engravidou de embrião selecionado para termos outro filho que possa doar a medula para o Biel, única chance de cura, mas a gestação não deu certo. Só tentamos de novo por incentivo do Dr. Anjo e deu certo” contou para o portal Razões para Acreditar.

Vanderson está há apenas 2 anos no Brasil depois de passar mais de 20 na Europa fazendo pesquisa. Mas, maior que sua bagagem acadêmica é o seu coração. Waldenia Almeida Lima, de Belo Horizonte, contou ao Razões para Acreditar que o médico foi até sua casa buscar seu filho, Filipe, diagnosticado com Síndrome da Imunodeficiência Combinada Grave. Ela já havia perdido outro filho para a mesma doença, não diagnosticada, mas o Dr. Anjo chegou a tempo para resgatar o menino.

Waldenia conseguiu o telefone do médico e, por coincidência, ele estava visitando os pais na capital mineira e se oferecendo prontamente para pegar o menino e leva-lo para São Paulo. “Ele mesmo se ofereceu e veio aqui em casa ver o Filipe. Na semana seguinte já estávamos em São Paulo para exames do transplante. Qual médico vai na casa de um paciente que nem conhece? Só o doutor Vanderson”

O doutor prefere encarar sua profissão com alegria, uma vez que as doenças que lida diariamente já são desgastantes o suficiente, exigindo tratamentos longos. “Claro que isso vai depender de cada médico, mas eu tenho a tendência de me envolver no sentido de ajudar mesmo”, explica. Cada paciente curado é um oportunidade para o doutor fazer mais uma criança sorrir com brincadeiras e muito carinho.

Leia também:

Médico orienta Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso a mudarem o cabelo de Titi

Pai compartilha história de superação do filho: “O médico disse ‘beije-o, ele tem apenas 10 minutos’”

Amamos este gesto: médico dá colo a bebê enquanto mãe estava na emergência