Menina brasileira de 3 anos é resgatada após mãe morrer tentando entrar nos EUA ilegalmente

A menina de 3 anos, a mãe e o padrasto tentavam entrar nos Estados Unidos de forma ilegal. A família da mãe acionou o Itamaraty e a criança foi resgatada no México

Resumo da Notícia

  • Uma menina foi repatriada na última sexta-feira, dia 1 de julho
  • Ela, a mãe e o padrasto tentavam entrar nos EUA de forma ilegal
  • O pai da criança, que mora no interior de São Paulo, ganhou a guarda dela

Após a morte da mãe ao tentar entrar de forma ilegal nos Estados Unidos, uma menina de três anos foi repatriada ao Brasil na última sexta-feira, dia 1 de julho.

-Publicidade-
A mãe, a menina e o padrasto tentaram entrar nos Estados Unidos de forma ilegal
A mãe, a menina e o padrasto tentaram entrar nos Estados Unidos de forma ilegal (Foto: Getty Images)

A menina foi entregue ao pai, que mora na cidade de Jacareí, no interior do estado de São Paulo. Segundo a Justiça, os pais da criança são haitianos que moravam no interior de São Paulo, e após o divórcio, a mãe começou a namorar um estrangeiro, e decidiram entrar ilegalmente nos Estados Unidos. 

O casal chegou a ir com a menina até a fronteira entre Colômbia e Panamá, mas a mãe acabou não resistindo. O namorado da mãe conseguiu chegar até o México com a criança, que recebeu abrigo em Tapachula, cidade localizada na fronteira entre a Guatemala e o México.

A menina voltou ao Brasil para morar com o pai
A menina voltou ao Brasil para morar com o pai (Foto: Getty Images)

A família da matriarca chegou a acionar o Itamaraty, que cuidou do processo de guarda junto com o Ministério Público, para que a menina pudesse voltar a morar com o pai, sendo repatriada e voltando a Jacareí. O padrasto ficou no México.