Menina de 12 anos com paralisia cerebral monta barraca de artesanatos para ajudar mãe

Brenda sofre de paralisia cerebral e autismo, e muitas vezes não consegue o tratamento pelo SUS. A menina então, decidiu montar uma barraca de artesanatos feito pela mãe, para ajudar a pagar os custos do tratamento

Resumo da Notícia

  • Brenda de apenas 12 anos já tem uma mente de empreendedora
  • Isso por que a menina, que sofre de paralisia cerebral e autismo, montou uma barraca de artesanatos feitos pela própria mãe, e assim conseguir ajudar a família financeiramente
  • Andreia Almeida é mãe de mais dois filhos com problemas de saúde e que também precisam de acompanhamento médico

Brenda de apenas 12 anos já tem uma mente de empreendedora, isso por que a menina, que sofre de paralisia cerebral e autismo, montou uma barraca de artesanatos feitos pela própria mãe, Andreia Almeida, 43, e assim conseguir ajudar a família financeiramente.

-Publicidade-

Moradora de São Bernardo dos Campos (SP), a garotinha faz tratamento com medicamentos, exames e acompanhamento médico que, muitas vezes não consegue pelo SUS. Então, ao perceber as dificuldades da mãe de sustentar a casa, mas principalmente, a de custear o tratamento que tanto precisa, ela teve essa iniciativa de vender os artesanatos, para ajudá-la nos custos com os medicamentos, exames e transporte.

A menina de 12 anos montou a barraca de artesanatos para ajudar a mãe
A menina de 12 anos montou a barraca de artesanatos para ajudar a mãe (Foto: Reprodução/Instagram @andreiaalmeida1978)

Todos os dias, Brenda e a mãe montam a barraca e ficam até às 8h da noite tentando vender os brincos, chaveiros, caixinhas e pulseiras, todos feitos com muito capricho pela Andreia. Mãe solo, Andreia tem mais dois filhos com problemas de saúde e que também precisam de acompanhamento médico. Lucas, 24, que devido a uma meningite na infância, ficou com sequelas e hoje tem atraso mental, e Giovanna, 19 anos, que sofre de transtornos cognitivos devido a um acidente que sofreu quando criança e precisou fazer cirurgia nos olhos.

Sustentando a família apenas com o pequeno valor do benefício das duas filhas, a ideia de Brenda tem dado uma força para que Andreia consiga uma renda extra. Mas, infelizmente, não são todos os dias que elas conseguem vender. “Tive que parar de trabalhar fora porque eles dependem integralmente de mim e para dar conta de toda semana, levá-los ao médico”, explicou Andreia. Uma vaquinha online foi feita para garantir pelo menos 1 ano os custos com o tratamento de Brenda e seus irmãos que envolvem transporte e medicamentos.