Criança

Menina de 13 anos corta os pulsos para cumprir desafio da ‘Momo’; saiba como proteger seu filho

Já é o terceiro caso envolvendo o perfil no Brasil

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

(Foto: Reprodução/Twitter)

(Foto: Reprodução/Twitter)

Outro caso envolvendo o desafio da “Momo” foi registrado nesta semana, em Jaboatão dos Guararapes, no Pernambuco. Segundo o Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), uma garota de 13 anos teria cortado os pulsos depois de conversar com a Momo, um perfil que aparece no WhatsApp em redes sociais, que envia mensagens e ameaçadoras e até liga para as pessoas. As mensagens diziam que se a menina não se machucasse, sua família morreria. No momento em que a jovem se feria, sua mãe estava em casa e a impediu de continuar.

A adolescente contou à delegada Vilaneida Aguiar, responsável pelo caso, que recebeu uma solicitação de amizade no Facebook de um perfil com a foto de uma obra de arte japonesa que ficou conhecida na internet como “Momo”. “Cerca de 10 dias antes, o perfil vinha conversando com ela. A relação começou normalmente, dizendo informações pessoais, e sem fazer nenhuma ameaça. Só que durante esse tempo, a mãe notou comportamentos estranhos da filha, porque ela ficava muito tempo no quarto e se cobrindo com lençol”, afirmou a delegada ao jornal Extra.

Na segunda-feira, a menina sentiu medo quando recebeu uma ameaça que dizia: “Se você não se cortar, vou matar toda sua família”. A delegada explicou que o perfil já tinha as informações sobre onde ela morava e com quem, então a adolescente acabou obedecendo, sem contar para ninguém sobre a mensagem. Como a mãe tem acesso ao celular da filha, ela viu o perfil da Momo e o bloqueou imediatamente.

O perfil com quem ela conversava tem na lista de amigos várias pessoas com idades próximas a dela que parecem morar em outras partes do Brasil. De acordo com a delegada, não houve outros casos como esse na cidade, mas ela enfatizou a importância de os pais vigiarem o conteúdo que seus filhos adolescentes acessam na web.

Os riscos do jogo

Não é de hoje que esses tipos de desafios são espalhados pelas redes sociais. Em 2017, o “jogo da Baleia Azul” foi tão sério, que ficou associado diretamente com o aumento de casos de suicídio entre crianças e adolescentes, causando preocupação em famílias do mundo tudo.

Este novo desafio cons