Menina de 2 anos é resgatada de buraco pela vizinha

Os bombeiros foram acionados para salvar a criança que caiu em um espaço estreito de 4 metros de profundidade, em Uberlândia, Minas Gerais

Resumo da Notícia

  • Isabelly, de 2 anos de idade, caiu em um buraco estreito de  metros de profundidade
  • Os bombeiros foram acionados para salvar a criança
  • A vizinha Isadora entrou no buraco e tirou a menina de lá

Na noite do domingo, dia 15 de agosto, a menina Isabelly, de apenas 2 anos de idade, caiu em um buraco no Bairro Aclimação, em Uberlândia, Minas Gerais. A menina foi salva pelos bombeiros que contaram com a ajuda da vizinha, Isadora Santos.

-Publicidade-

Após o resgate, que durou cerca de 4 horas, a criança foi levada para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia. Na manhã da segunda-feira, dia 16 de agosto, ela recebeu alta e pôde voltar para casa. De acordo com o portal G1 Isabelly estava tranquila e não sofreu nenhuma lesão grave com a queda no buraco de 4 metros de profundidade.

Segundo Flávia Alessandra Veríssimo, a mãe da criança, a menina teve apenas escoriações e uma irritação nos olhos, pela terra que caiu sobre ela durante o resgate. Em entrevista à TV Integração, a mãe contou o que sentiu no momento em que a filha caiu no buraco. Ela falou: “Eu achei que não ia ver ela nunca mais, foi um momento de pavor, terror, eu só chorava, eu não sabia pedir mais nada, a não ser querer ela”.

A mãe contou o que sentiu quando viu que a filha tinha caído no buraco (Foto: Reprodução/ G1/ TV Integração)

Flávia também agradeceu a ajuda da vizinha Isadora, que entrou no buraco para retirar Isabelly. Ela disse: “Eu vou ter que agradecer ela pelo resto da minha vida, porque ela salvou a vida da minha filha, a coisa que eu mais amo na vida”.

Passeio no parque

Isabelly estava passeando no parque, junto a mãe, dois irmãos e amigos da família. Assim que saíram do local, atravessaram a rua em direção a um terreno baldio, usado pelos moradores para cortar caminho e acessar outras ruas do bairro.

Já longe da mãe, Isabelly caiu em um buraco profundo e bem estreito- com cerca de 35 centímetros de diâmetro. Sobre a situação, o pai da menina, Matheus Vinícius França de Oliveira, relatou: “Desespero imenso, a gente não se conforma com uma coisa dessa que aconteceu. O desespero, o meu coração foi a mil”.

Resgate

Os bombeiros foram acionados e o trabalho de resgate começou por volta das 20 horas. O plano inicial era cavar outro buraco ao lado para chegar à criança através de um túnel, e tirá-la de lá. Mas analisando a situação, os bombeiros perceberam que o ideal seria que alguém descesse pelo buraco. Como ele era muito estreito, nenhum profissional conseguiu entrar, e foi aí que a vizinha entrou em cena.

O buraco era muito estreito (Foto: Reprodução/ G1/ TV Integração)

Isadora se voluntariou para entrar no buraco e resgatar a menina. Ela contou: “Eu pensei, e se fosse o meu irmão? Eu fiquei agoniada. E os bombeiros queriam até que eu colocasse uma blusa [de manga] eu falei, não, não tem nada de blusa. Eu quero só entrar e tirar a criança de lá de dentro e salvar a vida dela”.

Isadora se voluntariou para resgatar a menina (Foto: Reprodução/ G1/ TV Integração)

Antes de descer, a jovem recebeu instruções dos bombeiros. Ela chegou a ficar presa por alguns segundos, mas conseguiu salvar a vida de Isabelly. Isadora falou: “Me deu uma falta de ar lá dentro, é agonizante, mas eu estava confiante em mim a todo momento, confiante nos bombeiros, no trabalho deles. Então, eu não tive medo, eu estava muito confiante, mas na hora que eu travei lá dentro eu falei: meu Deus, me socorre!”.

Quando as duas saíram do buraco, bombeiros e moradores que acompanhavam o resgate aplaudiram em comemoração. A participação de Isadora foi essencial para o resgate da criança. O tenente-coronel, Leonardo Leão, lembrou que Isabelly estava assustada e cansada, e não conseguia seguir as orientações para colocar a corda ao redor do corpo. Ele explicou: “A criança estava muito nervosa, cansada e, inclusive, sonolenta, e todos os movimentos caiam terra nos olhinhos dela. O horário da ocorrência também [sem luz natural] tudo estava dificultando”.

O pai de Isabelly agradeceu a todos que auxiliaram no resgate da menina, principalmente à Isadora. Ele disse: “Graças a Deus estar vendo minha filha de novo, sã e salva, viva, bem. Agradeço todo mundo, os bombeiros, policiais e a menina que salvou também, porque ela é guerreira, não é qualquer pessoa que faz aquilo pra gente, não”.

Terreno Baldio

A Defesa Civil esteve no local em que a criança caiu, na tarde desta segunda-feira. O terreno foi isolado com fitas zebradas e estacas, para evitar que o mesmo acontecesse com outras crianças.

De acordo com os moradores, os buracos do terreno são intervenções de uma obra que começou a ser feita no local. Porém, não há nenhuma sinalização sobre os buracos alertando quem passa pelo terreno sobre o perigo de cair em algum deles.
A Prefeitura de Uberlândia informou que o proprietário não tinha autorização para realizar a obra e será notificado.

O registro da ocorrência e um relatório sobre a área do acidente vão ser encaminhados pelo Corpo de Bombeiros para o Ministério Público. Isso acontece em ocorrências como essa para que uma possível imprudência do responsável pelo local seja devidamente apurada.