Menina e motorista do caminhão de lixo viram “melhores amigos” após atitude da criança

A amizade Landry de apenas 3 anos, e Noah Brooke, o motorista do caminhão de lixo, surgiu de forma inesperada, nos EUA. Todas as manhãs a menina espera pelo caminhão

Resumo da Notícia

  • A menina de 3 anos amava ver o caminhão de lixo passar
  • A garotinha e o motorista do caminhão viraram amigos
  • O motorista a presenteou com um caminhão de brinquedo

Já imaginou virar amigo do lixeiro que passa sempre em frente de sua casa? Foi exatamente isso que aconteceu com a garotinha Landry Wills, de apenas 3 anos de idade, que mora na Virginia, EUA. Todas as vezes que o caminhão de lixo passava, Landry se enchia de alegria.

-Publicidade-
Menina de 3 anos ganha presente de lixeiro
Momento em que Landry recebe o caminhão de lixo de brinquedo que recebeu do seu amigo (Foto: Reprodução/NBC)

A menina ficava tão feliz todas as vezes em que via o caminhão chegando na rua, que chegou a criar uma amizade inesperada com o motorista da equipe de limpeza urbana da cidade de Bedford, chamado Noah Brooke. O pai de Landry via a cena se repetir durante todas as manhãs.

Em entrevista à rede de TV americana NBC, o pai da menina contou um pouco sobre a admiração dela pelo caminhão de lixo: “Quando o caminhão chega aqui, ela não quer saber de outra coisa […] Ele a viu e acenou de volta. Esse foi o grande momento da manhã dela. Ela ficou tão feliz e animada” disse Stacey.

Para deixar Landry ainda mais contente com as visitas, Noah resolveu dar um presente para ela: um caminhão de brinquedo. “O caminhão de lixo não é um trabalho muito glamouroso, mas eu gosto”, diz Brooke, “Nós saímos no calor, na chuva e na neve, o tempo todo. É legal quando alguém te valoriza e fica feliz de te ver. Eu queria fazer isso como um simples ato de bondade”, comentou ele sobre o presente.

Landry Wills espera pelo lixeiro todas as manhãs
Landry Wills espera pelo lixeiro todas as manhãs (Foto: Reprodução/ NBC)

Depois de ganhar esse novo brinquedo, Landry começou a brincar de coletar objetos com o caminhão ao redor da casa em que mora, se espelhando no novo amigo que recolhe o lixo por toda a cidade.