Menina escreve carta emocionante pedindo emprego para pai: “Choro, às vezes escondida”

A publicação fez sucesso nas redes sociais e recebeu o apoio de várias pessoas. No texto, ela mencionou as experiências anteriores dele

Resumo da Notícia

  • Uma menina de 13 anos fez uma carta pedindo emprego para o pai
  • Nele, ela conta as experiências anteriores do pai
  • O relato emocionante viralizou nas redes sociais e WhatsApp
A publicação comoveu as pessoas na rede social (Foto: iStock)

Uma carta viralizou nos grupos de WhatsApp e redes sociais por conta da mensagem nela. O texto foi escrito por Rosana dos Santos, filha de José Ribamar. Com o pai desempregado, ela resolveu fazer um pedido “formal”.

-Publicidade-

O relato emocionante começa com a apresentação. “Olá. Me chamo Rosana, tenho 13 anos e escrevo para vocês para contar um pouco o que eu estou passando. Estou muito triste… Choro, às vezes escondida, por não poder ajudar o meu pai. Meu pai já entregou vários currículos, já entregou toda a documentação da Valor Ambiental (empresa de limpeza do DF), mas não chamam ele”, conta.

A menina, que mora em Samambaia Sul, continua explicando as experiências do pai e finaliza o texto assim: “Que essa carta venha a chegar nos seus corações. Estamos passando muitas necessidades”.

-Publicidade-
Veja a carta completa (Foto: reprodução/Arquivo Pessoal/Metrópoles)

Desabafar é importante

A mãe de uma bebê de cinco meses respondeu da melhor maneira à uma vizinha que reclamou do choro da criança. Geralyn Amy Yeh, de Singapura, recebeu um bilhete bem rude em que a mulher que mora ao lado pedia para que ela fechasse a porta quando a bebê começasse a chorar, para que eles não ouvissem mais, e ainda pediu que a mãe fosse “mais atenciosa” com a situação.

Geralyn resolveu responder à vizinha, mas de uma maneira diferente da que ela fez, e usou muita ironia, o que tornou a carta divertida e fez com que o caso virasse notícia não apenas na imprensa local, mas em todo o mundo, segundo o The Sun.

Educada, ela começou escrevendo um pedido de desculpas e contando que também está trabalhando de casa neste período. Supondo que a vizinha não tenha filhos, ela resolveu explicar que quando os bebês ficam irritados, costumam chorar.

“Não consigo controlar quando ela quer chorar, seja de dia ou de noite. Mas fique tranquila, demos a ela um severo aviso no dia em que recebemos seu feedback. Não tenho certeza se ela entendeu muito bem, mas ela parecia séria depois de ouvir, e nos deu um olhar triste e com pena”, finalizou.

Seminário Internacional Pais&Filhos

O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! Ele vai acontecer no dia 1 de dezembro, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar do sorteio e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

-Publicidade-