Menina sofre queimadura na língua após comer pirulito extremamente azedo

A menina ficou com a língua queimada e com bolhas depois de chupar pirulitos azedos, uma ex-paramédica, desde então, desaconselhou os doces para crianças com menos de cinco anos

Resumo da Notícia

  • Uma menina ficou com a língua queimada e com bolhas depois de chupar pirulitos azedos
  • A mãe recorreu a um médico
  • Uma ex-paramédica desaconselhou os doces para crianças com menos de cinco anos

Uma mãe angustiada compartilhou uma imagem horripilante da língua gravemente ferida da filha ao chupar um pirulito azedo. Em uma tentativa de alertar outros pais. Nikki Jurcuts, uma ex-paramédica e educadora de segurança infantil que dirige uma página de mídia social dedicada à especialidade, recebeu uma mensagem de texto junto com uma foto de uma mãe, cuja filha foi capturada mostrando a língua com bolhas enquanto derramava lágrimas.

-Publicidade-

A mãe tinha enviado a Nikki a foto chocante, em uma tentativa de alertar outros pais contra deixar os filhos experimentarem pirulitos ácidos. A filha, que foi fotografada chorando, supostamente se serviu de alguns dos doces azedos do irmão mais velho. Consequentemente, a boca ficou gravemente queimada e ficou com uma bolha na língua que se abriu.

Ela escreveu a seguinte mensagem de texto, que foi capturada e compartilhada na página de Instagram de Nikki: “Eu só queria compartilhar uma história para alertá-la para outros pais. Ontem minha filha comeu os pirulitos de ogiva do meu filho. Eles são super ácidos e ácidos. Ela veio até mim gritando que minha língua está dolorida.

“Eles queimaram a língua dela, ela estava fora de si. Falamos com um Dr. e recebemos conselhos sobre o que fazer. Ela está bem, felizmente, mas eu fiquei muito preocupada quando vi o que eles fizeram com ela. Foi super assustador.” Nikki, que compartilhou de novo a foto da mãe em nome da família, explicou que “pirulitos azedos são ácidos e podem causar queimaduras terríveis em crianças”.

A especialista em segurança infantil, que também é mãe de dois filhos, aconselhou os pais que pirulitos azedos, como ogivas, deveriam ser introduzidos “após os cinco anos de idade e com cautela”. O aviso foi enviado para a Tiny Hearts Education, uma página do Instagram com 160.000 seguidores dedicados à experiência de Nikki e ajudando os pais a “capacitá-los a salvar seus filhos”. A postagem, que foi postada há dois dias, já foi curtida por quase 4.700 pessoas. “Meu Deus, pobre bebê !!” uma mãe comentou.