Menino com nanismo que sofria bullying na escola vai doar dinheiro de vaquinha para combater suicídios

O caso do Quaden viralizou nas redes sociais após o garoto aparecer em um vídeo chorando após um ataque de bullying e dizendo que queria morrer

Resumo da Notícia

  • Menino de 9 anos que tem nanismo, desabafou sobre os diversos casos de bullying que ele vem sofrendo na escola
  • Ele e a família resolveram doar uma quantia de 700 mil dólares, arrecadados pelos comediante Brad Williams, para instituições de caridade que combatem o suicídio
Brad Williams arrecada R$ 2 milhões para Quaden Bayles ir para Disney (Foto: reprodução Instagram / @quadoss_)

Quaden Bayles sofreu muitos ataque de bullying na escola por ter nanismo. Um vídeo do menino dizendo que queria se matar viralizou nas redes sociais. O garoto e sua família tiveram uma atitude nobre depois de toda repercussão.

Eles resolveram doar uma quantia de 700 mil dólares, arrecadados pelos comediante Brad Williams, para instituições de caridade que combatem o suicídio.

“Existem muitos suicídios em nossa sociedade ocorrendo devido ao bullying. Por isso, queremos que o dinheiro seja destinado a organizações comunitárias que realmente necessitam. Eles sabem com o que o dinheiro deve ser gasto. Por mais que desejemos ir para a Disney, acho que nossa comunidade se beneficiaria muito disso”, contou a tia do menino a NITV.

Entenda o caso 

Na AustráliaQuaden, um menino de 9 anos que tem nanismo, desabafou sobre os diversos casos de bullying que ele vem sofrendo na escola. A mãe da criança sem saber o que fazer decidiu compartilhar um vídeo na internet do momento e fez um apelo nas redes sociais.

Há poucos dias Quaden sofreu um novo ataque e muito chateado disse: “Eu só quero morrer…Eu quero que alguém me mate…Me dá uma faca”, disse o menino.

Yarraka Baylesmãe da criança, ainda contou que já tinha conversado com o diretor e os professores da escola mas nada mudou sobre as humilhações que o filho passava.