Criança

Menino começa a falar aos seis anos após visita ao dentista e contraria médicos

Ele tinha feito anos de fonoaudiologia e ninguém conseguiu o ajudar

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

Mason agora pode falar (Foto: Reprodução/Facebook Renan Lopes Moises)

Mason Motz, um menino americano, tem Síndrome de Sotos, uma condição rara, que faz com ele tenha alguns atrasos no desenvolvimento. Ele não falava até os seis anos, quando em um visita ao dentista, Amy Luedemann-Lazar descobriu que ele não tinha o freio da língua e na verdade era isso que estava o atrapalhando.

Sim, a condição da criança fez com que ele não desenvolvesse tecido suficiente debaixo da língua, mas a dentista resolveu o problema de fala do menino em procedimento que durou menos de 30 segundos. Ela perguntou aos pais de Mason, Meredith e Dalan, se ela poderia fazer um enxerto.

Assim que Meredith autorizou, a dentista retirou um pouco do tecido da língua e fez um novo freio para a criança. Quando o a mini cirurgia acabou, ao invés de apontar para a comida ele pode dizer: “Mãe, estou com fome.” como se sempre tivesse falado.

“Nós fomos ao dentista para cuidar dos dentes do nosso filho e conseguimos algo ainda mais incrível!”, contou a mãe em uma entrevista ao à emissora norte-americana CBS. Imagina a alegria dessa família ao saber que o filho, que achavam que era mudo, agora está falando.

“Nós detectamos a língua presa. Mason não era mudo, ele só não conseguia falar por causa da língua. Eu fiquei impressionada porque ele fez fonoaudiologia por anos e ninguém nunca havia reparado na língua dele!”, explicou a dentista também à CBS.

Leia também: 

Vem fazer parte: aplicativo ajuda no desenvolvimento da fala e leitura de crianças com Síndrome de Down

Como a chupeta pode interferir no desenvolvimento da fala do seu filho

Entenda as fases do desenvolvimento da linguagem e da fala do bebê