Menino de 11 anos cria ‘Desafio de El Paso’ para ajudar a comunidade vítima de tiroteio

O crime aconteceu no Texas

(Foto: Reprodução / GettyImages)

Um tiroteio dentro de um Walmart em El Paso, no Texas, deixou 20 pessoas mortas e 26 feridas. O crime aconteceu no dia 3 de agosto, em um sábado, deixando todos em estado de choque, inclusive, o menino Ruben, de 11 anos, que após o acontecimento ficou se perguntando o que poderia fazer para ajudar os companheiros de El Paso.

-Publicidade-

“Após o tiroteio, [Ruben] estava com medo e ansioso”, disse a mãe do menino, Rose Gandarilla. “Nós conversamos sobre o fato de que El Pasoans são pessoas de bom coração que realmente se preocupam um com o outro. Eu disse a ele para pensar em algo que ele poderia fazer para ajudar”, contou.

No domingo, 4 de agosto, Ruben apresentou o Desafio El Paso, uma campanha feita nas redes sociais destinada a homenagear as vítimas do tiroteio, de forma que todos da cidade possam fazer 20 boas ações um pelo outro. Um ato de bondade para cada pessoa que teve a vida tomada no tiroteio, ou para aqueles que perderam parentes e amigos.

-Publicidade-

A mãe do menino postou o desafio no Facebook e Twitter junto a foto do menino e do plano que ele propôs.  “Como convencer todo mundo a participar do desafio de El Paso: segure cartazes, distribua panfletos, envie para o Facebook”, dizia a nota de Ruben. “Isso mostrará ao mundo que as pessoas de El Paso são gentis e se importam umas com as outras”, finalizou. Ele também deu exemplos de boas ações que os moradores poderiam fazer: cortar a grama de alguém, visitar uma casa de repouso, pagar o almoço ou jantar de alguém, doar dinheiro para as famílias necessitadas, escrever uma carta para alguém e dizer o quanto são ótimas.

Em entrevista à CNN, Rose revelou que o primeiro ato de bondade do filho foi entregar o jantar aos primeiros socorristas. O tweet feito pela mãe foi compartilhado quase 3 mil vezes, fazendo com que usuários do twitter em El Paso e outras cidades no Texas se comprometesse a fazer o que Ruben pediu.

Assim como Ruben esperava, o desafio parece estar tendo um efeito de cura em sua comunidade. Também tem sido uma maneira maravilhosa para ele lidar. Gandarilla disse ao Click2Houston: “Ele parece estar melhor e diz que, esperançosamente, o mundo será um lugar melhor com todos esses atos aleatórios de bondade”, contou.
Leia também:

-Publicidade-