Menino de 2 anos não resiste após engasgar com jujuba na casa dos tios

Lucas dos Santos foi levado para o hospital, mas sofreu parada cardiorrespiratória e não resistiu

Resumo da Notícia

  • Lucas dos Santos, de apenas 2 anos engasgou com uma jujuba e não resistiu
  • Conhecidos da igreja tentaram ajuda-lo no engasgo, mas não tiveram sucesso
  • Apesar de ser socorrido, ele sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu

Um menino de apenas 2 anos morreu após se engasgar com bala jujuba enquanto estava na casa dos tios. O caso aconteceu no Distrito de Itamarati, no município de Campo Novo do Parecis, perto de Cuiabá. Segundo informações do G1, o caso é investigado como morte acidental.

-Publicidade-

Esquenta Black Friday

A Black Friday da Amazon está chegando! Para conferir os produtos que já estão com descontos incríveis em todas as categorias do site, clique AQUI! Você ainda pode ter frete grátis e promoções exclusivas ao se tornar um membro Prime! A assinatura é de apenas R$ 9,90 por mês e também garante entrega mais rápida, acesso a filmes, séries e desenhos animados. Inscreva-se e ganhe 30 dias grátis CLICANDO AQUI.

Lucas Emanuel Carvalho dos Santos foi socorrido às pressas, mas sofreu parada cardiorrespiratória e não resistiu.

-Publicidade-
(Foto: Freepik)

Como aconteceu

Segundo as informações, os pais do menino foram participar de um culto e deixaram Lucas na casa dos tios. A tia deu uma jujuba para ele, e momentos depois, ele começou a ficar com falta de ar.

Os familiares levaram Lucas às pressas até a igreja onde os pais dele estavam, e lá algumas pessoas tentaram a ajudar e reanimá-lo. Uma enfermeira que estava por perto tentou ajudar, mas ele não resistiu. O caso continua sendo investigado pela Polícia Civil.

A garota foi rapidamente para o hospital (Foto: Getty Images)

Menina de 2 anos engasga com salsicha na creche e não resiste

No início da semana, o caso de Sadie Salt, de dois anos, virou notícia. A menina faleceu no St Mary’s Hospital em Londres no sábado, dois dias depois de engasgar enquanto comia salsichas no almoço enquanto estava na creche. Desesperados com a situação, os trabalhadores da creche Radlett chamaram os serviços de emergência por volta da hora do almoço na quinta-feira, 12 de novembro. Os paramédicos correram para o local, junto com uma ambulância aérea, e Sadie foi levada ao hospital. Veja a história completa deste caso aqui.

Como proteger seu filho

Ficar de olho em bebês e crianças menores de 4 anos durante e após as refeições faz uma baita diferença. E sabe por quê? Porque a sufocação é a principal causa de mortes acidentais entre essa faixa etária. Segundo a ONG Criança Segura, elas são mais vulneráveis, uma vez que as vias aéreas são menores e elas têm pouca experiência em mastigar e engolir a comida. Logo, a inalação de golfos, vômitos ou alimentos é a maior causa dessas fatalidades.

Por isso, a recomendação é de não agitar o bebê após a mamada. “Além disso, durante e logo após a amamentação, é importante mantê-lo em posição vertical, evitando colocá-lo para dormir ou trocar fralda“, explica Gabriela Freitas, gerente executiva da Criança Segura.

Se seu filho engasgar, tenha calma e pense rápido. “Nesse caso, os pais podem dar algumas palmadinhas no meio das costas. Caso não adiante, leve imediatamente ao hospital”, afirma o pediatria Thiago Caetano, pai de Beatriz e Gabriela.

Seminário Internacional Pais&Filhos

O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! Ele vai acontecer no dia 1 de dezembro, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar do sorteio e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

-Publicidade-