Criança

Menino de 4 anos engole bexiga e entra em coma na Rússia

O caso aconteceu durante um passeio escolar

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

(Foto: iStock)

O caso aconteceu durante um passeio escolar (Foto: iStock)

Depois do primeiro ano de vida é comum que as crianças coloquem tudo que vêem pela frente na boca, desde brinquedos até plantas e objetos soltos pelo chão. Isso é normal, faz parte do desenvolvimento da criança. Mas um caso que aconteceu na Rússia pode fazer com que você fique sempre alerta em relação à isso.

De acordo com o jornal The Sun, durante um passeio escolar, um menino chamado Andrey, de apenas 4 anos, encontrou um pedaço de bexiga no chão e o colocou na boca. Pouco tempo depois o menino começou a passar mal e ficou inconsciente.

Ele foi imediatamente encaminhado ao hospital e os médicos perceberam que a bexiga estava fechando as vias aéreas de Andrey. O menino passou por uma cirurgia e está há mais de 6 semanas em coma em estado grave. Os especialistas disseram que a falta de oxigenação causou sérios danos ao cérebro do garoto. Estamos torcendo para que fique tudo bem!

Sempre alerta

Toda criança passa por fases e aquela de colocar tudo na boca pode ser desafiadora. É necessário ficar atenta todo tempo, mas mesmo assim às vezes vai acontecer do seu filho por algo que não deveria na boca, mas ele pode se machucar e se contaminar com os germes pelo caminho.

Não apoie esta atitude do pequeno. Segundo a psiquiatra Elizabeth Berger, demonstrar que você não gostou todas as vezes que a criança colocar algo “errado” na boca irá ajudá-lo a largar o hábito.

Uma criança nesta fase ainda é pequena para seguir regras, mas você não deve incentivar este comportamento. Diga que aquele objeto não é comestível e retire-o da boca da criança.

É uma boa ideia dar algo que não machuque e que a criança possa “mastigar” no lugar de outros objetos, como mordedores, a naninha ou um bicho de pelúcia de estimação. Também é importante que você mantenha o local de brincadeira dos pequenos limpo, para minimizar as chances de a criança se contaminar com os germes indesejados.

Será inevitável ver o seu filho colocando objetos na boca. Um espaço limpo e sem objetos perigosos e brincadeiras sob supervisão de um adulto é tudo que você pode oferecer ao pequeno neste momento. Esta fase vai passar.

Leia também:

Mãe relata descaso com pós-parto em hospital e depoimento bomba na internet

Vídeo alerta! Criança se pendura em rede de proteção da janela do apartamento

Alerta! Criança quase se afoga e relato de mãe viraliza na internet