Menino de 9 anos vende desenhos para ajudar irmão gêmeo que é autista

Thiago sabe das dificuldades que a família passa para arcar com os custos necessários para os cuidados do irmão, e da necessidade veio a ideia de vender desenhos

Resumo da Notícia

  • Thiago e Arthur são irmão gêmeos de 9 anos, e um deles sofre autismo
  • Como a renda familiar é baixa e o Arthur precisa de diversos cuidados, Thiago teve uma ideia
  • O menino vende desenhos que faz para ajudar a família comprar o que é necessário
  • Mesmo sabendo que o dinheiro que recebe é pouco Thiago fala que é de coração o que faz
Thiago tem nove anos e faz diversos desenhos para ajudar o irmão (Foto: reprodução/ Razões para Acreditar)

Cheio de criatividade, Thiago, de 9 anos, desenha diversos retratos de pessoas e até famosos que vê na TV e vende para ajudar o irmão gêmeo, Arthur, que é autista.

-Publicidade-

“Eu aprendi com dois amigos e estou aprendendo até hoje. Eu quero ajudar meu irmãozinho, que é autista, ajudar a minha mãe a construir a casa e ajudar a minha avó a consertar os dentes”, disse para o portal Razões para Acreditar.

Com oito meses de idade, o irmão de Thiago sofreu um problema respiratório e teve que ficar cinco meses internado no Centro de Tratamento Intensivo, sem que os médicos descobrissem o que ele tinha.

-Publicidade-

“Ele ficou durante 5 meses internado direto no CTI tomando muita medicação, inclusive medicação errada, porque eles não conseguiam descobrir o que ele tinha. Após um mês de internação, ele foi fazer uma tomografia e descobriu a causa: uma veia que nasceu no lugar errado, uma má-formação”, falou a mãe dos meninos, Camila Nascimento, que é cuidadora de idosos.

Depois do diagnóstico, Arthur teve que passar por duas cirurgias, ficando outros meses entubado. Com cinco anos, constatou-se o transtorno do espectro autista (TEA) no menino. Hoje, com 9 anos, ele ainda usa fraldas e mamadeira, precisando uma dieta alimentar bem restrita.

Vendo as dificuldades do irmão e também da família, Thiago quis ajudar vendendo seus desenhos. “Não é muito, mas é de coração”, falou. O pai dos meninos abandonou Camila quando ainda estava grávida. Atualmente, ela mora com a mãe, o namorado e uma outra filha em uma casa em Santa Luzia, Minas Gerais, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

“Eu tomo conta de uma idosa, então às vezes eu dobro muito serviço, às vezes eu viajo para ter um dinheirinho a mais para pagar o aluguel, pagar o escolar deles e, principalmente, a alimentação do Arthur. A alimentação dele é bem restrita e é muito cara”, contou sobre as dificuldades dentro de casa.

A avó dos gêmeos também tenta arrecadar mais dinheiro vendendo salgados para ajudar na renda da família. Camila conta que não recebe da pensão dos filhos porque o pai simplesmente desapareceu. “Eu queria encontrar o pai dos meninos para dar uma força, porque é muito difícil para mim e minha filha comprar as coisas para os meninos”, fala.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

 

-Publicidade-