Menino descobre fóssil de 488 milhões de anos enquanto procurava minhocas no jardim

Siddak Singh Jhamat, de 6 anos de idade, estava com o pai quando encontrou o item. Após pesquisas na internet, eles descobriram a história da “pedra”

Resumo da Notícia

  • Um menino de 6 anos encontrou um fóssil no quintal de casa
  • A descoberta aconteceu por acaso enquanto ele procurava minhocas com o pai
  • Depois de pesquisar online e com ajuda de exploradores, os dois perceberam o que se tratava

Um menino de 6 anos de idade estava brincando no jardim de casa quando encontrou um fóssil. Ele estava apenas procurando minhocas, mas acabou por achar a raridade, que se estima ter 488 milhões de anos.

-Publicidade-
Um menino de 6 anos de idade descobriu um fóssil no quintal de casa (Foto: reprodução/Thinkstock)

O caso que aconteceu em Walsall, uma cidade na Inglaterra fez sucesso e o garoto, Siddak Singh Jhamat, compartilhou mais detalhes do momento com o jornal The Guardian. “Eu estava procurando minhocas e coisas como cerâmica e tijolos e cheguei nessa pedra que parecia com um chifre”, começou.

O achado é resultado de uma época em que a região esteve submersa pela água e o menino diz ter ficado muito animado ao descobrir a história da tal pedra. O pai dele, Vish Singh, também contou que o filho encontrou outros itens pré-históricos durante a escavação no dia seguinte.

“Havia ali um monte de pequenos moluscos e conchas, e algo chamado crinoide, parecido com um tentáculo de lula, por isso é uma coisa bem pré-histórica”, justificou. Foi através de pesquisas online e ajuda de exploradores de fósseis que descobriram ter achado um coral rugoso.

Pai e filho procuravam por minhocas quando encontraram o fóssil (Foto: reprodução/The Guardian)

Estima que isso teria entre 251 milhões e 488 milhões de anos, por ser do período Paleozoico. Pai e filho revelaram que gostariam de entregar o fóssil ao Museu de Geologia da Universidade de Birminghan, no Reino Unido para maiores análises.

Embora a região onde a família mora não seja conhecida por ter fósseis, o item pode indicar a presença de outros na região.