Menino perde o ônibus da escola e escreve carta hilária para a mãe se explicando

Sarah compartilhou a atitude do irmão nas redes sociais e o post viralizou

Menino perde o ônibus da escola e escreve carta hilária para a mãe se explicando (Foto: Getty Images)

O que fazer depois de faltar à aula por perder o ônibus para a escola? O garoto dessa história que vamos contar escreveu uma carta hilária para a sua mãe, explicando toda a situação. A irmã dele, Sarah, compartilhou o bilhete no Twitter, dizendo: “Nunca se esqueça da vez em que o seu irmão perdeu o ônibus e escreveu uma carta para a sua mãe”.

-Publicidade-

A carta começa com: “Como seu filho, eu lamento informar que perdi o transporte público. Sei que você deve estar sentindo uma montanha russa emocional agora, mas fique tranquila: eu decidi ficar em casa”.

O post viralizou com mais de 2.400 comentários, 210.000 retweets e mais de 924.000 likes. Mas é compreensível, afinal o menino escreveu a melhor lista de prós e contras do acontecimento.

-Publicidade-

Primeiro, vamos falar sobre os prós. Ele incluiu o fato de que era “a primeira vez que ele faltava nesse trimestre” de aulas, então as suas notas não tão seriam prejudicadas. E ele também acrescentou que o dia prometia ser ruim, já que o seu cabelo não estava ajudando muito. Bem convincente: os dias em que acordamos com o cabelo ruim são os piores.

Já, os contras incluíam que perder o ônibus poderia virar um hábito, embora ele duvidasse muito disso. E o principal deles: “você terá que ligar para a escola e dizer que estou com poliomielite”.

E a carta funcionou! Rachael Bradney, mãe de Sarah e do garoto, escreveu no Twitter: “Como eu poderia fazê-lo ir à escola depois de ler essa carta? Eu ri tanto. Mas só vai funcionar dessa vez”.

No Twitter, questionaram: “Você está dizendo que não teria outro jeito de ele chegar à escola, mesmo atrasado?”. Rachael respondeu: “Olha, meu filho é um ótimo aluno e ele só queria um dia de folga. Depois dessa carta, eu decidi que ele merecia!”.

De olho nesse comediante em formação! Claramente, ele frequenta todas as aulas de redação do colégio.

(Foto: reprodução / Twitter)

Leia também:

Professora escreve carta emocionante para aluna que sofreu bullying pelo peso: “Números não determinam o valor de uma pessoa”

Menina de 12 anos escreve carta para contar que foi estuprada pelo pai e avô: “Me sinto culpada”

Menina de 4 anos escreve carta para mãe que faleceu e consegue resposta

-Publicidade-