Criança

Não sabe como acompanhar o calendário de vacinas? A gente te ajuda

Baixe nosso arquivo; ele vai te ajudar a não perder os prazos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

vacinação bebe-prematuro

Sabemos o quanto é difícil para uma mãe de primeira viagem acompanhar o calendário de vacinas do seu bebê.  Por isso, fizemos um calendário das vacinas que seu filho precisa tomar nos primeiros meses de vida. Isso vai te ajudar a não perder os prazos – são muitas vacinas e doses em idades distintas -, a ficar atenta às campanhas de vacinação que o Ministério da Saúde realiza periodicamente, e acompanhar o calendário vacinal, que vez ou outra, inclui novas formas de imunização.

Baixe aqui o calendário de vacinas da Pais&Filhos.

calendario vacinas

 

Bebês e Crianças

São 12 as vacinas que fazem parte do calendário nacional de vacinação infantil 2017 (até os 9 anos de idade): BCG – IG contra formas agudas de tuberculose; hepatite B; pentavalente que evita a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, meningite e outras infecções; VIP – vacina inativada poliomielite; VORH – vacina oral de rotavírus humano que imuniza contra a diarréia; Pneumocócica 10 valente que previne contra doenças invasivas e otite média aguda; meningocócica C conjugada protege contra doenças invasivas; SRC – tríplice viral – imuniza contra sarampo, caxumba e rubéola; hepatite A; SCRV – tetra viral – que combate o sarampo, caxumba, rubéola e varicela; hepatite A; HPV quadrivalente, somente para meninas a partir dos 9 anos, e febre amarela, indicado somente para crianças que residem ou que irão viajar para área endêmica. “O nosso programa de vacinação pública é muito bom. Para quem não tem condições financeiras, fique tranquilo que seus filhos estarão muito bem protegidos”, ressalta Rosana.

De uma maneira geral, todas as vacinas que constam no calendário de vacinação pública são encontradas também na rede particular. “As únicas que estão disponíveis somente em clínicas e laboratórios privados e que devem ser dadas, quando possível, é claro, são as vacinas de meningococo B e a meningococo ACWY”, explica Reis. A vacina ACWY deve ser aplicada inicialmente aos três meses de idade, com três doses no primeiro ano de vida, e reforços aos 12 meses, 5 e 11 anos de idade. Já a meningococo B são quatro doses aos 3, 5 e 7 meses de vida e entre 12 e 15 meses.

Leia também:

A melhor opção é vacinar seu filho, sempre! 

“Assim são meus dias: com a criança mais maravilhosa do mundo!”, conta Magali Rodrigues

Em caso de abandono de um dos pais, a indenização é um direito? 

 

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não