Olimpíadas de Tóquio: Chinesa de 14 anos leva medalha de ouro após realizar 3 saltos nota 10

A atleta subiu ao lugar mais alto do pódio e fez um agradecimento à torcida

Resumo da Notícia

  • Quan Hongchan, de 14 anos, ganhou medalha de ouro no salto ornamental
  • A jovem recebeu nota máxima dos juízes
  • Ela agradeceu à torcida

Na plataforma de 10 metros da final feminina de saltos ornamentais, quem brilhou foi a jovem chinesa Quan Hongchan, de 14 anos. Nas Olimpíadas de Tóquio a menina fez uma apresentação histórica e conquistou a medalha olímpica de ouro.

-Publicidade-
Quan Hongchan conquista medalha de ouro no salto ornamental (Foto: Reprodução/ Instagram/ @quanhongchan)

Quan atingiu a nota máxima nos 3 saltos que realizou. A  campeã nacional de 2020 terminou com um placar geral de 466.20, mais de 40 pontos na frente da segunda colocada, a compatriota Yuxi Chen, que levou a prata com 425.40. O bronze ficou com a australiana Melissa Wu, com 371.40.

Ela  ficou no lugar mais alto do pódio (Foto: Reprodução/ Twitter/ @tokyo2020)

O lugar mais alto do pódio estava sendo concorrido pelas chinesas. Chen Yuxi teve um rendimento melhor na preliminar, ao mesmo tempo que Quan ficou em primeiro lugar na semifinal. Ambas executaram o mesmo salto na primeira rodada: um triplo mortal e meio carpado para frente – e conquistaram a mesma pontuação de 82.50.

Na segunda rodada, Quan Hongchan assumiu a liderança com um triplo e meio mortal em revirado na posição grupado. E foi avaliada na altura, distância, forma no ar e entrada. A perfeição do movimento resultou em nota 10 de todos os juízes. Na rodada seguinte, após um triplo e meio mortal de costas na posição grupada, ela também recebeu nota 10.

A atleta realizou saltos perfeitos (Foto: Reprodução/ Instagram/ @quanhongchan)

A atleta voltou a ter um rendimento sem falhas na quarta rodada. Quan recebeu nota 10 de todos os juízes, após um duplo mortal de costas com um parafuso e meio saindo de parada de mão. No fim da disputa ela concluiu a prova com um duplo mortal e meio de costas com um parafuso e meio na posição carpada. Este movimento garantiu a medalha de ouro, com o total de 466.20 pontos.

A chinesa recebeu nota máxima nos 3 saltos (Foto: Reprodução/ Instagram/ @quanhongchan)

No Twitter, a conta  oficial das Olimpíadas de Tóquio postou uma foto da menina e escreveu na legenda: “O 10 perfeito”. Em uma publicação feita no Instagram, Quan agradeceu à torcida. Ela escreveu: “Eu agradeço a todos que me apoiaram e obrigado a todos por confiarem em mim”. A atleta também agradeceu ao comitê olímpico. Ela disse: “Obrigado por  me dar uma chance”.

Quan agradeceu à torcida (Foto: Reprodução/ Twitter/ @tokyo2020)

Ingrid Oliveira, que representava o brasil, ficou na 24ª colocação nas classificatórias. Somente as 18 primeiras que se classificaram foram para as semifinais do torneio. Por isso, na disputa da medalha não houve nenhuma atleta brasileira.