Oscar 2020: curta de animação que reforça a beleza do cabelo afro das crianças leva o prêmio para casa

“Hair Love” da Sony Pictures Animation mostra uma menina que quer aprender a cuidar do próprio cabelo. O vídeo já tem mais de 4,5 milhões de visualizações no YouTube

Resumo da Notícia

  • O curta ganhou o Oscar por falar de representatividade negra
  •  O diretor Matthew A. Cherry comemorou a vitória na categoria Melhor Curta Animada
  •  Hair Love da Sony Pictures Animation mostra uma criança que quer aprender a cuidar do próprio cabelo
  • Depois de ver a filha tentar um penteado diferente várias vezes, o pai tenta ajudá-la
Hair Love ganhou o Oscar (Foto: Reprodução / Instagram @sonyanimation)

No último domingo, 9 de fevereiro, aconteceu a premiação do Oscar e o curta metragem Hair Love ganhou na categoria Melhor Curta Animada, dirigido por Matthew A. Cherry.

Com um tema muito importante, a representatividade negra, o curta conta a história de um pai que está aprendendo a arrumar o cabelo afros de sua filha, Zuri, e precisa superar o medo de cremes e elásticos para ajudar a criança a fazer um penteado para uma ocasião especial. 

De acordo com o site Omelete, Hair Love surgiu com a função de se ver mais representatividade nas animações e normalizar o cabelo negro. “Essa foi uma oportunidade de levar positividade às animações. Quando fizemos a campanha no Kickstarter em 2017, não tinha muita diversidade nas animações. Aí encontrei vários vídeos de pais arrumando o cabelo de suas filhas, e tinha uma alegria inerente nisso”. contou o diretor Matthew A. Cherry.

Zuri mostrou a importância da representatividade (Foto: Reprodução / Instagram @sonyanimation)

Apesar da história se passar em apenas 7 minutos, o curta levanta temas que discutem sobre aceitação, autoconfiança, amor e a representatividade negra. Zuri conseguiu encantar o público e trazer uma reflexão para a sociedade. 

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!