Criança

Pai faz desabafo após filho sofrer bullying por pintar as unhas

Aaron Gouveia usou o Twitter para contar a história de Sam de apenas 5 anos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Menino gosta de pintar as unhas e sofre bullying na escola (Foto: Reprodução/ Twitter @Daddy Files)

Menino gosta de pintar as unhas e sofre bullying na escola (Foto: Reprodução/ Twitter @Daddy Files)

Aaron Gouveia é pai de três crianças, Sam é seu filho do meio e tem 5 anos. Ele ainda está no jardim de infância, mas infelizmente já descobriu o que é o bullying. Segundo o pai, ele é um menino muito alegre e brincalhão, adora correr pela casa e jogar bola, mas ele também gosta de “coisas de menina“. “Ele adora pintar as unhas com cores brilhantes porque acha que elas são bonitas” relatou o pai no Twitter.

Sam não entendia o que significa “masculino” e “feminino“, mas a reação dos amigos fez com que ele perdesse essa pureza e se sentisse culpado por pintar as unhas do jeito quer gostava. “Meu filho não tem absolutamente nenhum entendimento de unha pintadas seriam apenas para meninas ou o problema que alguém poderia enxergar nisso.”

Pai pintou as unhas para que o filho não se sentisse diferente (Foto: Reprodução/ Twitter @Menino gosta de pintar as unhas e sofre bullying na escola (Foto: Reprodução/ Twitter @Daddy Files)

O pai pintou as unhas para que o filho não se sentisse diferente (Foto: Reprodução/ Twitter @Menino gosta de pintar as unhas e sofre bullying na escola (Foto: Reprodução/ Twitter @Daddy Files)

Quando a mãe de Sam foi buscá-lo na escola, ele saiu muito triste e chorou em seus braços por que os colegas e amigos fizeram brincadeiras de mau gosto por conta de suas unhas pintadas. Ele ligou para o Aaron para contar o que tinha acontecido e o pai tentou de todas as formas mostrar para o filho que suas unhas eram incríveis, que não tinha problema pintar, mas a frase final do filho partiu o coração dele. “Papai, eu quero que a mamãe tire o esmalte para que eles não tirem sarro de mim.”

Aaron ficou indignado com a situação e fez vários posts em seu Twitter explicando o caso do filho e mostrando como é difícil educar uma criança em um mundo onde sua unha pintada é motivo de piada. “Eu sei que essas crianças estão no jardim de infância, mas essa besteira de masculinidade tóxica é aprendida. Na maioria dos casos com os pais. Então pais, eu espero que vocês estejam orgulhosos. Eu espero que isso seja o que você queria. Eu espero que você esteja satisfeito. Minha esposa e eu passamos cinco anos ensinando o que era tolerância, aceitação e a importância de se expressar e seus filhos destruíram isso em um dia na escola. Ele agora sente a vergonha que você quer desesperadamente associar a ser diferente.”

O pai ainda usou exemplos de homens que pintam a unhas para que Sam não se sentisse excluído. Dentre eles estão o super-herói Thor (Chris Hemsworth) e o capitão Jack Sparrow, do filme Piratas do Caribe. O jogador de futebol americano Martellus Bennett se solidarizou com a família e postou uma foto pintando as unhas ao lado da filha. Muitas pessoas apoiaram a causa do pai e escreveram seus próprios relatos e incentivos para Sam continuar pintando as unhas.

Aaron e o filho mais velho também pintaram suas unhas para ajudar Sam a superar o trauma do bullying, e foi o próprio menino que decidiu a cor do pai. “Sam escolheu essa cor chamada “Main Squeeze” e eu acho que é discreto, mas adorável. Sam está com o vermelho porque “‘é bonita e vai dar boa sorte para os Patriots'”, time de futebol americano de New England.

Leia também:

Pai ajuda filho a enfrentar bullying de uma maneira que ninguém esperava e funciona!

Dia da Menina: 5 coisas que você deveria ensinar ao seu filho para o bem das meninas

5 filmes para crianças que fazem qualquer adulto chorar