Pai faz tatuagem imitando a prótese da filha e o resultado é incrível

Túlio viu a chance de homenagear a menina

Valentina nasceu com uma má formação congênita e precisou amputar parte da perna (Foto: reprodução/Jornal Extra)

A relação entre pai e filha é algo realmente surpreendente. Mas Túlio Catelani, de 34 anos, foi além e conquistou a internet pela atitude que teve. Ele resolveu tatuar na perna uma prótese igual a da filha para que a menina se sentisse especial.

-Publicidade-

Valentina Gomes de Araújo Catelani tem 5 anos e nasceu com uma má formação congênita, chamada de hemimelia fibular. Por isso, com pouco mais de 1 ano precisou amputar a parte inferior da perna direita. Quando foi trocar a prótese, a família descobriu que ela poderia ter desenhos.

“Ela escolheu um tema, a gente aplicou e eu tive a ideia. Falei: ‘cara, parece uma tatuagem‘. Vou fazer em mim para ficar igual”, explica o pai ao Jornal Extra. No Encontro com Fátima Bernardes, Túlio também falou sobre a rápida adaptação da filha, que  7 semanas depois já conseguiu andar.

-Publicidade-

Ele contou que tudo teve o sentido de homenagear Valentina. E ela mostrou que esse carinho faz toda a diferença. Ao vivo, ela disse já ter usado prótese com imagens da Hello Kitty, Garfield e, agora, está com o da Monster High. O pai então usou a mesma ideia para fazer a tatuagem inspirada no Homem de Ferro.

Com muito bom humor, ela confessou que o pai chorou muito fazendo a tatuagem. A especialista no programa falou da importância da aceitação dos pais nesse caso e, principalmente do “exercício de empatia” do pai.

Tanto é que a criança resolveu levar o pai na escola e mostrar para os colegas o desenho na perna do pai. Os ajustes são feitos conforme a menina cresce e Túlio comemorou: “Ela não tem limitação nenhuma. É vida 100% normal”.

“Eu achei importante eu fazer a tatuagem porque quer coisa mais confortável que você olhar para o seu pai de alguma forma estar parecido com você. Eu acho que é e vai ser bem reconfortante para ela ao longo da vida dela”, opinou ao Jornal.

A família mora em Cordeiro, no Rio de Janeiro e o tratamento foi realizado no Hospital Estadual da Criança, utilizando uma tecnologia avançada.

Leia também:

Casal colhe plásticos do oceano para transformá-los em próteses para deficientes

Menina ganha boneca com prótese na perna igual a sua e se emociona

Pai dança música de Frozen em vídeo com o filho e divide opiniões na internet

-Publicidade-