Pais negam vacinar filhos e dizem que é por motivos religiosos

A família é de Poços de Caldas, Minas Gerais

A justiça entrou em ação quando os pais se recusaram a vacinar (Foto: reprodução/ Getty Images)

Um casal de Poços de Caldas, Minas Gerais, precisou vacinar os dois filhos, de acordo com uma ordem da Justiça. A decisão foi da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do estado, e os pais já haviam sido advertidos em relação a necessidade de vacinar as crianças. Porém, eles se recusaram e justificaram com motivos religiosos.

-Publicidade-

Segundo o site Uol, a ação foi proposta pelo Ministério Público de Minas, após um relatório do Conselho Tutelar da cidade a respeito da falta de imunização nas crianças. Chegaram até a registrar um boletim de ocorrência para obrigar os pais a vacinarem os filhos.

O caso teve início em julho de 2018, entraram com o pedido para que as crianças fossem vacinadas, alegando que era para o próprio bem delas, mas os pais recorreram o caso. Eles falaram que se recusaram a dar as vacinas exigidas pois fizeram pesquisas que não apoiavam tal medida para crianças.

-Publicidade-

Um dos principais motivos para que negassem a exigência foi uma justificativa religiosa, depois de se converterem à religião Igreja Gênesis II da Saúde e da Cura que, de acordo com o alegado pelo casal no processo, proíbe o que chama de “contaminação por vacina”. Para eles, o estado impor a vacina configura violação do poder familiar e do direito à liberdade religiosa, segundo a Uol.

A Procuradoria-Geral de Justiça não considerou a justificativa. “E a vacinação engloba mais do que a proteção imunológica do próprio indivíduo vacinado, alcançando toda a sociedade, uma vez que o vetor se torna inócuo”, acrescentou o desembargador, Dárcio Lopardi Mendes.

Há informações de que a igreja a qual o casal faz parte não exigem ou proíbem qualquer forma de imunização das crianças, como o casal alegou.

Leia também: 

Laura, filha de Pedro Bial, mesmo vacinada, aparece com catapora faz um apelo

Esposa de Pedro Bial faz alerta após filha pegar catapora e fala sobre importância da vacinação

Menino morre por causa do sarampo e mãe desabafa: “Pessoas contra a vacinação precisam pensar duas vezes”

    -Publicidade-