Prefeitura de São Paulo estima vacinar todas as crianças de 5 a 11 anos contra covid-19 em 10 dias

Segundo Edson Aparecido, a capital paulista já vacinou 28,43% das crianças dessa faixa etária

Resumo da Notícia

  • O secretário de Saúde Municipal de São Paulo afirmou nesta sexta-feira
  • Segundo Edson Aparecido  estima-se que em 10 dias todas as crianças de 5 a 11 anos estarão vacinadas
  • Porém a suposição é apenas para a primeira dose da vacina

O secretário de Saúde Municipal de São Paulo afirmou nesta sexta-feira que estima-se conseguir vacinar com pelo menos a primeira dose da vacina contra covid-19, todas as crianças de 5 a 11 anos em 10 dias. Edson Aparecido disse que a previsão foi feita após o crescimento da adesão à vacinação infantil na cidade na última semana, com a cidade chegando a 28,43% das crianças dessa faixa etária vacinadas até esta quinta (27).

-Publicidade-

“A adesão cresceu muito essa semana e está sendo mais rápida do que foi com os adolescentes. Nós já ultrapassando 300 mil crianças vacinadas, cerca de 1 milhão [dessa faixa etária]. Acredito que em uma semana, mais tardar, 10 dias nós já vamos ter dado a primeira dose em todas elas”, afirmou Aparecido à TV Globo.

Prefeitura de São Paulo estima que em 10 dias todas as crianças de 5 a 11 anos estejam com a primeira dose tomada
Prefeitura de São Paulo estima que em 10 dias todas as crianças de 5 a 11 anos estejam com a primeira dose tomada (Foto: reprodução/ Getty Images)

A vacinação desta faixa etária na capital paulista começou no sábado (23) e, de acordo com a balanço diário publicado pela Prefeitura de São Paulo nesta quinta (27), as faixas etárias que mais procuraram os postos de saúde até agora foram a de crianças de 9, 10 e 11 anos, que atingiram mais de 30% de vacinados.

As crianças de 5 anos tiveram a menor adesão nessa primeira semana de imunização, com cerca de 21% do público vacinado. Apesar disso, Edson Aparecido vê com otimismo a alta da procura pela imunização na cidade. O secretário afirmou que neste sábado (29) toda a rede de saúde da cidade vai funcionar para continuar com a campanha de imunização infantil na cidade.

“A adesão melhorou muito, muito mesmo. Estamos ultrapassando quase 1/3 [das crianças vacinadas] em uma semana, praticamente, de campanha no rádio, televisão e rede. As nossas unidades também estão chamando as crianças que a gente tem cadastro nas UBSs”, declarou o secretário.