Professor adota criança que precisava fazer transplante de rim e causa comoção na internet

Damien, de 12 anos, morava em um orfanato e só poderia entrar na fila de espera para a cirurgia se tivesse uma família. Finn Lanning decidiu adotar o menino e viralizou pela atitude

Resumo da Notícia

  • Criança de 12 anos é adotado por professor
  • O menino precisava fazer um transplante de rim
  • Ele só conseguiria entrar na fila se tivesse uma família
  • O caso aconteceu em Colorado, nos Estados Unidos
Damien precisava de um transplante de rim e não poderia entrar na fila de espera por não ter uma família (Foto: reprodução/ Só Notícia Boa)

Um professor de matemática decidiu adotar um de seus alunos, de 12 anos, que precisava de um transplante de rim, em Colorado, nos Estados Unidos e a história é emocionante.

-Publicidade-

O professor Finn Lanning dá aulas na Academia AXL, em Aurora, no Colorado e conheceu Damien, de 12 anos, em 2018 no local. Ele ficou sabendo que a criança precisava de um transplante de rim, mas não podia entrar para a fila de espera porque não tinha família e vivia em um orfanato. O menino contou que não voltaria à escola após o feriado de Ação de Graças por ter glomerulosclesrose segmentar focal, uma doença auto-imune que havia danificado seus rins.

De acordo com o site Só Notícia Boa, o professor explicou a história: “Ele me disse que tinha que deixar o lar adotivo em que estava morando e estava se mudando para o hospital porque não tinham outro lugar para ele. Lembro-me de ficar sentado com ele e sem saber o que dizer”, contou ele, que nunca pensou em ser pai.

-Publicidade-

Finn ficou muito triste com a história e em 2019, decidiu adotar Damien e no mesmo ano o transplante foi feito com sucesso “Você meio que perde a esperança depois de um tempo, quando está morando no hospital. Mas agora posso ir à escola, fazer amigos e viver uma vida boa”,  explicou Damien.

O professor teve que aprender mais sobre o tratamento e passou por um treinamento intensivo para aprender a administrar a diálise diária de 12 horas. Que atitude incrível a desse professor! A criança está muito bem agora e tem um pai que se importa muito com ele.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

 

-Publicidade-