Criança

Professor perde aposta para aluno e motivo é inspirador

O momento aconteceu em uma escola em Angra dos Reis

Giovanna de Boer

Giovanna de Boer ,filha de Karen e Christiano

(Foto: Reprodução/ Facebook Lívio Perissé)

Os professores têm muitos métodos para engajar os alunos a estudarem mais e irem melhores na escola. Mas você já viu algum cortar o cabelo por pagar uma aposta? Pois é, o professor Lívio apostou com o aluno William. Se o garoto tirasse nota máxima o professor deixaria William cortar o cabelo dele.

Lívio é professor de biologia e dá aula para o 7° ano na Escola Municipal Alexina Lowndes, em Angra dos Reis, litoral do Rio de Janeiro. Já William, sonha em ser cabeleireiro e até ganhou uma bolsa de estudos para se tornar profissional na área.

De acordo com o site Só Notícia Boa, o professor dá aulas para o garoto desde 2018. O menino apresentava histórico de indisciplina, mas já havia melhorado as notas. Porém, Lívio sentia que William poderia mais. O professor procurou formas de incentivar o garoto a ter um melhor desempenho na escola.

Em uma conversa com William no começo do ano, Lívio descobriu o sonho do menino: ser cabeleireiro. O menino comentou que até já havia feito um curso na área. Foi daí que o professor teve a ideia genial. Se o menino tirasse a nota máxima, ele poderia cortar o cabelo do professor.

(Foto: Reprodução/ Facebook Lívio Perissé)

Então, o tão esperado dia chegou. “No dia da prova ele estava visivelmente nervoso, e disse que passou a noite estudando. Tirou o A. Não só na prova, mas em tudo que eu passei!”, disse o professor. Na foto os dois estão rindo e o professor é só elogios para o menino: “Obrigado, William Olivera, por manter meu sonho funcionando!”

“Na foto estamos rindo, mas, na verdade, a gente estava supernervoso! Foi tudo improvisado, saco de lixo, tesoura cega rangendo, o pessoal colocando pilha. Estávamos os dois com medo. Acabou que ele só tirou as pontas mesmo (risos) — contou o professor ao Só Notícia Boa. O post viralizou na internet e chegou as 72 mil curtidas e aos 2 mil compartilhamentos.

(Foto: Reprodução/ Facebook Lívio Perissé)

O professor percebeu que o garoto tinha futuro. Lívio entrou em contato com o Instituto Embelleza Angra dos Reis e conseguiu uma bolsa de estudos para o menino! Para realizar o curso, William precisa ter a idade mínima de 15 anos e ainda tem 13. Mas assim que chegar a hora, o garoto terá 100% de desconto e a garantia de que vai se tornar o que sempre sonhou

 “É muito bom ver as pessoas compartilhando esperança, ainda mais nesses tempos, em que a educação vem levando pancada o tempo todo. As pessoas precisam disso, de notícias boas” concluiu o professor.

Leia também: 

Professor é condenado por abusar sexualmente 87 vezes de alunos com deficiência

Desfralde na escola: qual é o papel dos professores nesta fase?

Conheça o professor do Quênia eleito o melhor do mundo: “Nem tudo é sobre dinheiro”