Professora inventa jogo para ensinar empatia para as crianças da melhor forma

A professora apresentou aos estudantes a “Atividade da Bagagem”

Professora dá lição de simpatia e empatia (Foto: Reprodução/Facebook)

Ser professor não é uma tarefa fácil. Ensinar compaixão e empatia para as crianças é essencial, principalmente, por que as escolas trabalham lado a lado com os pais. Visto isso, uma professora do ensino médio, Karen, em Oklahoma, nos Estados Unidos, pediu para os alunos escreverem uma luta pessoal de cada um e inventou um jogo para ensinar solidariedade e empatia.

-Publicidade-

Ela conversou com seus alunos sobre bagagem e apresentou-os à “Atividade de Bagagem”. Ela pediu que seus alunos anotassem qualquer bagagem que levassem consigo – as coisas que pesavam em seus corações e mentes. Os alunos foram instruídos a não escrever seus nomes em seus papéis. Quando terminaram, eles foram instruídos a enrolar seus papéis e jogá-los pela sala.

Logo depois, os alunos pegaram aleatoriamente os papéis e leram em voz alta para a sala. A instrutora percebeu que cada aluno passava por situações diferentes e, muita das vezes, complicadas. “Coisas como suicídio, pais na prisão, drogas na família, serem deixadas pelos pais, morte, câncer, perda de animais de estimação (alguém disse que o Gerbilo morreu porque era gordo, nós rimos …) e assim por diante”, detalhou Karen.

-Publicidade-

Karen conversou com seus alunos sobre o significado da bagagem. “Perguntei às crianças o que significava ter bagagem e elas disseram que eram coisas prejudiciais que você carregava nos ombros”, o que mostra que eles tinham uma boa noção do que ela estava tentando fazer.

Professora dá lição de simpatia e empatia (Foto: Reprodução/Facebook)

A professora, então, resolveu deixar todos as lembranças na porta de entrada da sala de aula, assim, quando passarem por lá, vão se lembrar que todos carregam bagagens. “Essa simples atividade pode ajudar na compreensão do jovem antes de fazer alguma maldade com o colega”, falou a educadora.

Essa experiência viralizou na internet e vários pais adoraram a ideia. Alguns alunos da professora relataram como ela teve impacto em suas vidas e como os ajudou. Karen é uma das provas vivas que ainda existem muitos educadores fazendo seu papel e colaborando para formação de cidadãos de bens.

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos:

Leia também:

Estudo mostra que bullying entre irmãos é mais comum do que a gente imagina

Estudo mostra que crianças que sofrem bullying têm mais chances de engordar

Já parou para pensar que seu filho pode estar sofrendo bullying?

-Publicidade-