Professores constroem gangorras na fronteira dos Estados Unidos com o México e vídeo viraliza

O projeto de Ronald e Virginia já existia desde 2009

As gangorras foram instaladas na fronteira dos EUA com o México (Foto: Reprodução / Instagram @rrael)

Dois professores da Califórnia desenvolveram uma forma de ligar crianças do México e dos EUA, separados pelo muro instalado na fronteira entre os países. Ronald Rael, professor da arquitetura na Universidade da Califórnia, e Virginia San Fratello, professora de design no Estado de San Jose, instalaram gangorras entre o muro para que as crianças pudessem brincar.

-Publicidade-

 

Ver essa foto no Instagram

 

One of the most incredible experiences of my and @vasfsf’s career bringing to life the conceptual drawings of the Teetertotter Wall from 2009 in an event filled with joy, excitement, and togetherness at the borderwall. The wall became a literal fulcrum for U.S. – Mexico relations and children and adults were connected in meaningful ways on both sides with the recognition that the actions that take place on one side have a direct consequence on the other side. Amazing thanks to everyone who made this event possible like Omar Rios @colectivo.chopeke for collaborating with us, the guys at Taller Herrería in #CiudadJuarez for their fine craftsmanship, @anateresafernandez for encouragement and support, and everyone who showed up on both sides including the beautiful families from Colonia Anapra, and @kerrydoyle2010, @kateggreen , @ersela_kripa , @stphn_mllr , @wakawaffles, @chris_inabox and many others (you know who you are). #raelsanfratello #borderwallasarchitecture

Uma publicação compartilhada por Ronald Rael (@rrael) em

-Publicidade-

Compartilhando o momento no Instagram, Rael explicou como era significativo observar pessoas de ambos os lados da fronteira brincando juntas em uma gangorra. “Uma das experiências mais incríveis da minha carreira e da Virginia. Um evento repleto de alegria, emoção e união na parede da fronteira”, ele disse na legenda da publicação.

“O muro se tornou algo crucial para as reações EUA-México e crianças e adultos foram conectados de uma maneira muito significativa em ambos os lados com o reconhecimento de que as ações que acontecem de um lado têm consequência direta do outro lado”, continuou Ronald.

Embora o evento tenha ocorrido sem problemas, não existia nenhum planejamento avançado no lado mexicano da fronteira, o que resultou em um dia ainda mais inacreditável e significativo quando as crianças se juntaram espontaneamente.

Leia também:

15 brincadeiras (criativas e divertidas) para crianças de 3 anos

Criança de 3 anos é salva por vizinhos após cair de sexto andar em prédio na China

Criança de quatros anos é picada por escorpião em escola e permanece internada

-Publicidade-