Criança

Programa “Criança Feliz” é reconhecido nos Estados Unidos durante palestra em Harvard

O ministro da Cidadania Osmar Terra apresentou o projeto para ministros da saúde, educação e assistência social de países da África e da Ásia Central

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

O Ministro palestrou duas vezes no Seminário Pais&Filhos sobre o programa Criança Feliz (Foto: Gustavo Morita)

O ministro da Cidadania Osmar Terra apresentou o Programa Criança Feliz, o maior do mundo em atendimento domiciliar semanal de crianças e gestantes, durante uma palestra em Harvard, nos Estados Unidos, para ministros da saúde, educação e assistência social de países da África e da Ásia Central.

O evento aconteceu na última terça-feira, dia 4 de junho, e faz parte do Programa Liderança Ministerial da Harvard Kennedy School. O objetivo é auxiliar na capacitação de gestores de nações em desenvolvimento. Também assistiram à palestra professores das Faculdades de Administração, Educação e Economia da universidade, de acordo com o portal do governo.

“Criança Feliz” é um projeto idealizado por Osmar Terra. A iniciativa tem dado muito certo no Brasil, já são mais de 2 mil municípios brasileiros colhendo os benefícios. Funciona assim: o programa acompanha gestantes e crianças, até três anos de idade, beneficiárias do Bolsa Família e também aquelas que recebem o benefício de Prestação Continuada (BPC) até os seis anos de idade. As pessoas que vão visitar esses grupos familiares orientam os responsáveis, na casa mesmo, a como estimularem a criança a crescer e se desenvolver de maneira saudável em todas as áreas da vida.

Durante a palestra, o ministro destacou que os líderes internacionais já estão organizando uma visita ao Brasil para conhecer de perto como funciona o projeto e que o governo brasileiro está negociando parcerias entre os países em desenvolvimento. “Em setembro, teremos um evento para estreitar a colaboração Sul-Sul e trazer o que há de importante na área social, cultural e esportiva, servindo de case para os países da África, Ásia e América Latina que tenham interesse em nos acompanhar”, disse.

O Criança Feliz é um programa para causar impacto domiciliar na vida das famílias, orientando e as ajudando a como estimular as crianças de 0 a 6 anos (Foto: divulgação)

Segundo o ministro, a formação da memória cognitiva ocorre nos primeiros mil dias de vida do seu filho. Ele precisa da maior quantidade possível de informações para se desenvolver plenamente. “Quando a mãe entra em um processo de depressão pós-parto, por exemplo, o quanto antes isto é diagnosticado, melhor! O visitante pode informar aos profissionais as necessidades daquela mãe”, exemplifica Osmar.

São 73 mil pessoas acompanhadas semanalmente em 940 cidades. Para o Ministério da Cidadania, investir na primeira infância é pensar no futuro. Essas crianças vão crescer e se tornar adultos melhores. São frutos para colher a longo prazo.

Combate às drogas

Dentro da pasta de Cidadania também há a preocupação no desenvolvimento de projetos para o combate às drogas. Na última quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a nova lei sobre drogas que altera diretamente o Sistema Nacional de Políticas Públicas Sobre Drogas, órgão que coordena todas as medidas que têm relação com a prevenção.

Entre as modificações estão estabelecidas ações mais duras contra o tráfico de drogas, prevendo a internação involuntária de usuários de drogas e destaca a importância do trabalho das comunidades terapêuticas na recuperação.

O autor da nova lei é o ministro da Cidadania, Osmar Terra, ele bate na tecla de que é muito importante mudar o rumo do país neste assunto o quanto antes. “A lei embasa o decreto de uma política efetiva de enfrentamento, com maior rigor contra o tráfico de drogas, e garante um tratamento mais eficaz àquelas pessoas que mais precisam. Trata-se de um conjunto de ações que tem um impacto enorme para resolver, ou pelo menos amenizar, a trágica realidade que vivemos em relação às drogas”.

Leia também:

Conheça como vai funcionar o Ministério da Cidadania que será comandado pelo médico Osmar Terra

Osmar Terra afirma que investir na primeira infância é pensar no futuro

“A criança cuidada com amor passa a explorar o mundo de forma mais rápida”, afirma o Ministro Osmar Terra