Criança

Projeto desenvolve jogos para aliviar o sofrimento de crianças com câncer 

A iniciativa começou em Brasília

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

Os jogos tem a intenção de desenvolver a humanização do tratamento (Foto: Getty Images)

Em Brasília, foi lançado um projeto que tenta alegrar um pouco a rotina das crianças que estão em tratamento contra o câncer. A ideia é valorizar a vida e estimular a esperança através de jogos e brincadeiras.

Segundo a Agência Brasil, o projeto foi idealizado e realizado pela Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace) em parceria com o Centro Universitário do Distrito Federal (UDF).

Foram criados 12 jogos, eletrônicos e de tabuleiros, que poderão ser utilizados por pacientes e pelas famílias, eles vão tentar facilitar a compreensão da doença e humanizar o tratamento. Ainda segundo a Agência Brasil, a presidente da Abrace, Maria Angela Marini, disse que os jogos suavizam o peso do diagnóstico. Ela explicou que as crianças precisam imaginar uma outra realidade, para fugir do tratamento, e conta que a filha usava o “Sítio do Pica-Pau amarelo” quando ela foi diagnosticada com leucemia aos 5 anos.

O primeiro passo do projeto era entender como os pais viam o câncer. O medo de perder o filho pode ser tão grande, que às vezes os pais podem acabar afastando os filhos do convívio social, conta Paula Franco, voluntária da criação do projeto.

Um dos jogos é o Ursoji, um jogo eletrônico que transmite aos pais como a criança está se sentindo conforme as escolhas que elas fazem durante o game: “Nosso objetivo é dar um pré-diagnóstico emocional da criança. Por exemplo, se ela passa por uma fase difícil do tratamento, fica triste, desmotivada, o que, futuramente, se não for tratado, pode ocasionar em depressão, ansiedade“, conta uma das desenvolvedoras.

Para Maria Angela, as atividades lúdicas acabam se tornando recursos terapêuticos: “Ela aproveita o jogo para poder continuar a vida dela. É o foco que nós temos: de valorização da vida.”

Leia Também: 

Antes de morrer, menino resiste ao câncer por 6 semanas por um motivo que vai te surpreender

Conheça as novas possibilidades para o tratamento do câncer infantil

Mães criam maleta de atividades para as crianças em viagens de carro e fazem sucesso nas redes