Que exemplo! Garotas decidem vender biscoito para ajudar os médicos que lutam contra o coronavírus

Três irmãs ainda tinham 600 caixas de doces e não podiam sair para vender devido à quarentena. Elas inventaram, então, uma forma de acabar com a mercadoria e ainda ajudar no combate ao Covid-19

Resumo da Notícia

  • 3 irmãs se uniram para ajudar, da forma que podem, os médicos locais no combate ao coronavírus
  • Elas pediram doações online e doaram caixas de biscoito para as equipes médicas da região em que moram
  • Para conseguir chamar atenção, elas produziram um vídeo explicando suas propostas
Garotas doam biscoitos a médicos (Foto: reprodução Good Morning America)

Em meio a pandemia do coronavírus, estamos presenciando diversas ações solidárias. Três meninas de Virginia Beach, Estados Unidos, encontraram a própria maneira de ajudar os hospitais a lidar com o covid-19: vender biscoitos.

-Publicidade-

Pois é, as escoteiras já estavam acostumadas a montar barracas de vendas de biscoito na frente dos grandes mercados da região. Como a recomendação atual é de que todos fiquem em casa para evitar a maior proliferação do vírus, as três encontraram uma forma de continuar com as vendas e ainda contribuir para a sociedade.

A mãe da Sylvie (14), Julia (9) e Piper (6) é uma das líderes do grupo de escoteiras da cidade e, ao descobrir que ainda tinham 600 caixas para vender, precisou procurar algum meio de conseguir cumprir o objetivo sem a necessidade de sair de casa. “O nosso inventário tinha cerca de 600 caixas! Comecei a pesquisar on-line e através de alguns grupos de escoteiras no Facebook descobri que algumas pessoas já tinham vendido através da rede social. Adorei a ideia e comecei a conversar sobre possibilidades semelhantes com as garotas”, afirmou Kacey Farrell, a mãe das garotas,  ao programa Good Morning America.

-Publicidade-

Para conseguir chamar atenção nas redes, as meninas produziram um vídeo apresentando a barraca de vendas. Enquanto a mais velha filmava, as irmãs mais novas ficavam em frente à câmera. No vídeo, as garotas mostram a quantidade de caixas que iriam vender e dizem que gostariam de doá-las aos médicos da região. Para conseguirem isso, elas convidam as pessoas a doarem pela internet: cada caixa custa U$4 dólares e os biscoitos serão entregues às equipes médicas.

“Elas estão muito felizes e eu orgulhosa. Foi uma aventura verdadeiramente liderada por garotas, desde a criação das caixas até o que elas fizeram no vídeo. A certa altura, Sylvie até pediu para que eu saísse da sala porque estava distraindo a equipe. Elas fizeram um ótimo trabalho”, contou a mãe.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-