Criança

Relato de mãe: “Por favor, não mande seu filho doente para a escola”

Entenda porque Angela quis compartilhar esse pedido com todos os pais

Gabrielle Molento

Gabrielle Molento ,Filha de Claudia e Pedro

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Filho doente em casa é horrível, ainda mais se ele tem algum problema de imunidade e acaba adoecendo com frequência. É isso o que acontece com Angela Anagnost-Repke, que compartilhou sua história com o site Popsugar contando suas dificuldades como mãe e pedindo para os pais tomarem cuidado ao mandar suas crianças para a escola. Afinal, é preciso pensar no próximo, não é? Veja abaixo o que ela disse:

“Queridos pais que mandam os filhos doentes para a escola,

Eu vou direto ao assunto – por favor, por favor parem.

E antes de você dizer que eu não entendo como é, saiba que eu entendo sim. Eu tenho duas crianças pequenas que constantemente trazem para casa germes com eles da escola, do parque ou qualquer outro lugar onde eles encostem as mãos. Eu sei que o seu filho ficar doente é um saco. Você precisa faltar do trabalho ou achar uma babá disponível – e qualquer uma das duas opções pode ser incrivelmente difícil, arriscar ficar doente por estar em contato com o seu filho com tosse e nariz escorrendo, e constantemente limpar a casa e as superfícies para tentar prevenir que o resto da família seja infectado. Muitas vezes isso pode se estender por dias. Não é divertido, não é fácil, e pode atrapalhar a rotina da sua família. Eu entendo.

Mas só porque seu filho não está vomitando não significa que não está muito doente, e mandá-lo para a escola com uma gripe, febre, ou estômago ruim não é justo para o professor, o resto da classe, e todos os pais. Claro, as crianças mentem sobre estarem doentes às vezes para dormirem mais um pouco, mas você pode pegar essa farsa rapidamente e seguir com seu dia. Mesmo se eles tiverem apenas tossindo e espirrando e não dando evidências visíveis de resfriado em forma de vômito, não significa que você deveria descartar os sintomas como se não fossem nada. Por favor, mantenha-os em casa. Se você mandá-los para a escola de qualquer eles apenas infectarão todo mundo.

Pense nas outras crianças na sala. Provavelmente tem alguém com a imunidade mais sensível que pode ser devastado ao pegar aquilo que seu filho tem. Como você sabe? Porque esse costumava ser a minha criança. Quando outro pai fazia o filho resfriado ir à escola, o meu pegava a doença, ela se instalava em seus pulmões e se transformava em pneumonia. Alguns simples sintomas de gripe ou resfriado não significam a mesma coisa para todos e é importante que todos os pais se lembrem disso.

Se eu estou dizendo que você deve manter seu filho em casa a cada vez que o escutar espirrando algumas vezes? É claro que não. Você conhece seu filho bem e sabe quando ele está doente pra valer. Não enviá-lo para a escola a cada tosse que ele dá não é realista, e nenhum pai quer que seu filho perca conhecimento por qualquer coisa. Tudo que estou pedindo é para não deixar de lado a precaução, especialmente em época de doenças de inverno.

Todos nós sabemos como até pequenos resfriados podem drenar toda a energia das crianças, então se eles vão para a escola e se esforçam demais, isso pode apenas deixar as coisas piores. A doença deles pode também durar mais tempo, o que ninguém quer. Então, da próxima vez que seu filho não estiver bem, por favor deixe-o em casa se recuperando e descansando. A turma inteira e todos os pais irão agradecer.
Sinceramente,
Uma querida mãe”
Leia também: