Rio suspende vacinação de crianças contra covid-19 por falta de doses

De acordo com o secretário Daniel Soranz a demanda de vacina está alta e quinta-feira a cidade receberá mais lotes

Resumo da Notícia

  • O Rio interrompeu a vacinação de crianças contra a covid-19
  • A vacinação foi interrompida por falta de doses de vacina
  • Segundo o secretário Daniel Soranz quinta-feira o Rio receberá cem mil doses

O Rio interrompeu o calendário de vacinação infantil mais uma vez, por falta de doses da vacina contra a covid-19. Apenas as crianças com comorbidades seguem sendo vacinadas. De acordo com o secretário Daniel Soranz, a expectativa é que o Rio receba cem mil doses na quinta-feira e, assim, a vacinação seja retomada na sexta, adiantando o calendário.

-Publicidade-

“A gente, infelizmente, não tem mais doses. Mas, na quinta-feira, está prevista a cidade do Rio de Janeiro receber mais cem mil doses. Então, na sexta, o calendário retorna com as crianças de sete e de seis anos. E no sábado, sete e seis anos”, afirmou Soranz em entrevista ao Bom Dia Rio.

O Rio interrompeu a vacinação infantil contra covid-19 por falta de doses
O Rio interrompeu a vacinação infantil contra covid-19 por falta de doses (Foto: reprodução/ Getty Images)

O secretário de Saúde do Rio, Daniel Soranz, acrescentou que a cobertura vacinal em crianças está aquém do esperado. “Até o momento, a gente conseguiu vacinar 40% das crianças da faixa etária de 8 a 11 anos. É uma cobertura baixa, uma adesão muito baixa à vacinação”, afirmou. “Mesmo com uma adesão baixa, a gente é obrigado a suspender o calendário de vacina por falta de doses”, disse o secretário.

Soranz destaca que, para a vacinação das crianças de cinco anos na próxima semana, será preciso que o Rio receba mais doses de imunizante. “Para concluir a faixa etária de cinco anos, a gente precisaria de mais doses ainda, receber mais doses de Pfizer pediátrica no fim de semana para concluir na seguinte as crianças de cinco anos”, ressaltou o secretário.