Criança

Segurança: saiba como manter seu filho longe de acidentes ao andar de bicicleta

Campanha "Vou de bike com a Criança Segura" ensina a criança a pedalar sem perigos

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

(Foto: iStock)

Aprenda a importância da segurança do seu filho ao andar de bicicleta (Foto: iStock)

Na última segunda-feira (17), a Criança Segura lançou a ação de mobilização “Vou de bike” para conscientizar pais e responsáveis sobre a importância da segurança das crianças ao andar de bicicleta. A ONG vai promover diversos eventos em pontos da cidade de São Paulo e em Guarulhos durante setembro e outubro — neles, as crianças poderão aprender a andar de bicicleta, tirar as rodinhas de apoio, treinar o equilíbrio e saber como circular pelas ruas de forma segura.

A ideia da ação partiu como resposta aos riscos da atividade para crianças e adolescentes. De acordo com dados do Ministério da Saúde, em 2016, 2455 garotos e garotas de até 14 anos foram hospitalizadas por causa de algum tipo de acidente envolvendo bicicleta. No mesmo ano, 64 crianças e adolescentes da mesma faixa etária morreram enquanto estavam em uma bike. Além disso, ciclistas integram 5% da parcela de mortes de crianças no trânsito e 20% das hospitalizações de crianças no trânsito.

Desses acidentes, 62% correspondem aos que tiveram colisões com automóveis, enquanto 32% ocorreram de um trauma sem choque com outros veículos, ou seja, a criança caiu porque não tinha domínio da bicicleta.

Há alguns anos, o uso da bicicleta tem crescido no Brasil – seja para o lazer, como prática esportiva ou meio de transporte. Carlos Henrique Lopes, responsável pela campanha, explica que uma criança mais ativa é mais segura por ter mais controle sobre seus movimentos, maior coordenação motora, noção de espaço e equilíbrio. “Quanto mais atividade física a criança praticar, mais controle sobre o corpo ela vai ter, evitando possíveis acidentes”, explica Carlos.

Na prática

E você pode estimular a atividade desde cedo com o seu filho: a partir dos 2 anos de idade, a criança já pode ser apresentada à bicicleta. “O mais indicado para as crianças pequenas é a bicicleta de equilíbrio. Com ela, dá para a criança só focar no controle sobre o corpo e aprender a andar de bike em si mais tarde”.

O uso do capacete é pré-requisito ao andar de bicicleta, principalmente se a criança está começando a pedalar, tanto para passear como para praticar esporte. Além disso, é preciso usar colete refletivo se a criança pedalar à noite e usar um capacete mais fechado, cotoveleira e joelheira, caso ela ande de bicicleta como esporte.

Entre os cuidados com seu filho, também é essencial escolher bem o local em que a criança vai pedalar, como priorizar uma rua com velocidade de carros baixa, entre 30 e 40 km/h, e conhecer o caminho, principalmente no caso de ciclovias.

Neste domingo (23), a partir das 10h, na Avenida Paulista, a Criança Segura realizará o primeiro evento da campanha. O evento é gratuito e disponibilizará bicicletas e equipamentos de segurança, como o capacete, para que as crianças aprendam sobre como serem ciclistas seguros, além de garantir uma pedalada sem riscos para os participantes.

Oficina Educativa na Ciclofaixa de lazer – Avenida Paulista

Horário: 10 às 17h

Local: Avenida Paulista com Rua Haddock Lobo

Leia também:

4 dicas para você ensinar seu filho a andar de bicicleta

Bicicleta sem rodinha: saiba qual é a hora de aprender e como ajudar

Maioria das bicicletas infantis não é segura