Criança

Sem desespero! Dicas de primeiros socorros para pequenos acidentes comuns

Veja como cuidar de algumas feridas superficiais

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

child-knee-with-an-adhesive-bandage-and-bruise-picture-id670796090

(Foto: iStock)

A partir do momento em que o seu filho dá os primeiros passos, é provável que ele tenha alguns tombos. Embora você nem sempre possa impedir que ele se machuque, há muito o que fazer para melhorar a dor. Sempre que ocorrer um acidente em casa, leve seu filho ao médico! Mas se for algo comum, como pequenos cortes e arranhões, listamos algumas dicas que podem te ajudar. São elas:

Cortes

Para agir rápido: se houver sangramento, primeiro pressione firmemente sobre o local com um pano limpo até que pare. Limpe sob água corrente morna e seque delicadamente. Quando a ferida está suja ou foi causada por um arranhão de animal, lave-a com água e ensaboe gentilmente. Aplique uma fina camada de pomada antibiótica de venda livre, depois cubra com um curativo ou gaze e fita adesiva.  Se você não consegue controlar o sangramento após várias tentativas com pressão direta, chame seu pediatra ou dirija-se a um pronto-socorro. Se um grande pedaço de pele tiver sido removido, enrole-o em um pano limpo e úmido e coloque-o em um saco com gelo – um médico pode ser capaz de recolocá-lo.

Cuidado de acompanhamento: aplique um novo curativo diariamente até que o corte cure, para que seu filho não fique mexendo. Se parecer estar inchado, sensível, vermelho ou com pus, procure um médico imediatamente para tratar a infecção. Após a cicatrização da ferida, aplique protetor solar para que a cicatriz não marque.

Queimaduras

Para agir rápido: imediatamente fique com a área em água corrente fria ou aplique uma toalha molhada fria até que a dor desapareça. Cubra qualquer pequena bolha com curativo ou gaze e fita; chame um médico assim que possível se houver queimaduras no rosto, nas mãos ou nos órgãos genitais, ou se elas estiverem maiores que 1/4 de polegada em qualquer parte do corpo. Se a queimadura parece profunda – a pele pode ser branca ou marrom e seca – vá para o pronto-socorro. Para uma queimadura que cubra um décimo do corpo ou mais, não use compressas frias; ligue para a emergência e cubra a criança com um lençol limpo para evitar hipotermia até que chegue ajuda.

Cuidado de acompanhamento: não toque nas bolhas. Se a pele quebrar, aplique um creme antibiótico e cubra a área com um curativo ou gaze até que esteja curada. Fique atento a qualquer vermelhidão, inchaço, sensibilidade ou corrimento – sinais de infecção.

Sangramento nasal

Para agir rápido: faça seu filho se sentar, mas não incline a cabeça para trás. Solte qualquer roupa apertada em volta do pescoço. Aperte a extremidade inferior do nariz perto das narinas e faça-o inclinar-se para frente enquanto aplica a pressão continuamente durante cinco a dez minutos.

Cuidado de acompanhamento: se a hemorragia nasal for resultado de um trauma, reduza o inchaço segurando uma compressa de gelo contra a ponte do nariz depois que o sangramento diminuir. Se persistir após dez minutos ou retornar mais tarde, chame seu médico.

Farpa ou vidro

Para agir rápido: use sabão e água para lavar ao redor da farpa. Limpe uma pinça com álcool e lentamente retire-a. Lave a pele novamente. Se estiver difícil de remover, deixe por um dia ou mais para ver se ela sai sozinha. Se o seu filho pisar em um pedaço de vidro e você não conseguir remover facilmente, enrole um pano limpo na área e vá até o pronto-socorro.

Cuidado de acompanhamento: se a farpa não sair depois de alguns dias ou estiver causando dor no seu filho, ficar vermelha ou com pus, consulte seu médico para removê-la com segurança.

Traumatismo ocular

Para agir rápido: quando seu filho tiver dor intensa, lacrimejamento constante, sensibilidade à luz ou visão embaçada depois de ser cutucado ou batido no olho, segure um pano úmido e frio sobre a área e vá para o pronto-socorro.

Cuidado de acompanhamento: leve ao médico para monitorar seu filho por problemas de visão e dor nas semanas seguintes.

Picada de inseto

Para agir rápido: se o inseto deixou um ferrão, raspe suavemente a pele com a unha ou com um cartão de crédito para removê-lo sem quebrá-lo. Ligue para a emergência se o seu filho tiver dificuldade para respirar, estiver tossindo ou ficar com voz rouca, urticária ou lábios inchados ou língua.

Cuidado de acompanhamento: segure uma compressa fria sobre a área por um minuto, ou aplique loção calmante.

FAQ de primeiros socorros 

P: Os cortes curam mais rapidamente com curativos ou quando deixados para “respirar”?
R: Enquanto um corte ainda está aberto, uma atadura pode ajudar a prevenir infecções. Mas depois de alguns dias, um pouco de ar pode acelerar a cura.

P: As pomadas antibióticas são realmente necessárias?
R: Sim, elas podem ajudar na cura. Mas vá ao médico para saber qual é a mais indicada para o caso do seu filho.

P: Algum truque para fazer meu filho aguentar ficar com o bloco de gelo?
R: Uma compressa não precisa ser frígida para reduzir o inchaço; apenas enrole um pouco de gelo em um pano seco. As crianças mais novas podem gostar das compressas em forma de animal que você guarda na geladeira ou no freezer.

P: Depois de uma lesão, quando é que uma criança precisa de uma vacina contra o tétano?
R: Algumas feridas causadas por objetos sujos, enferrujados ou empoeirados colocam a criança em risco de tétano. Se ela recebeu suas imunizações, provavelmente está bem. Mas para estar seguro, ligue para o pediatra para discutir seu risco.

Como acalmar seu filho 

Mantenha sua expressão e tom de voz o mais relaxado possível e experimente estas dicas testadas por médicos: 

Se seu filho tem 5 anos ou menos

Cubra as feridas com um pano ao tratá-las. Se você puder, peça a outro adulto para fazer o curativo enquanto consola seu filho.

Distraia-o com livros, pequenos brinquedos, bolhas ou adesivos.

Use palavras apropriadas para a idade. Se seu filho não sabe o que é um hospital, diga que é um lugar onde as pessoas ajudam as pessoas a se sentirem melhor.

Se seu filho está entre 6 a 12

Envolva-o na hora dos primeiros-socorros. Até mesmo deixá-lo segurar a pomada pode ajudá-lo a se sentir mais no controle.

Mantê-lo ocupado com filmes ou programas de TV, jogos eletrônicos portáteis, um iPod com música calmante, ou histórias.

Leia também:

Aprenda como fazer uma caixa de primeiros socorros

O que não pode faltar na caixa de primeiros-socorros

Ai, meu olho! Primeiros socorros para acidentes oculares

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não