Seu bebê engasgou? Muita calma nessa hora!

Nosso pediatra Dr. Claudio ensina sobre o que fazer nessa situação

Foto: iStock
Foto: iStock

A fase de introdução de novos alimentos aos nossos bebês deve ser feita com muito cuidado. De apenas leite, eles começam a comer frutinhas amaçadas, papinha, e pouco a pouco vão aumentando as opções de cardápio, conforme seu desenvolvimento vai crescendo. Por isso, devemos estar muito atentos ao que oferecer às crianças nesse período.

-Publicidade-

Sempre alerta

Mortes causadas por engasgamento são muito comuns nessa idade, infelizmente, e frutas como uvas, são umas das maiores causadoras desse fato. Uvas inteiras ou outras frutas que tenham o formato parecido, como tomate cereja, aumentam muito o risco de obstrução de vias aéreas. É uma situação que pode ocorrer com qualquer um, então devemos estar preparadas para esse tipo de coisa. O Dr. Claudio Len, pai de Silvia, Beatriz e Fernanda, irá ajudar com essas questões.

-Publicidade-

O que fazer em caso de engasgo?

Primeiro lugar: manter a calma. Quanto mais nervosos, pior ficará a situação.

Em bebês que ainda não completaram um ano, devemos virá-lo de bruços, em nossos braços, com a cabeça na altura mais baixa do que o quadril, e damos cinco “tapinhas” fortes na região das costas, justo entre os ossinhos da costela.

Caso o engasgo continue, viramos o bebê de barriga para cima e com os dois dedos maiores da mão, precisamos apertar cinco vezes o diafragma, que é o mais ou menos onde fica o estomago, até que possa ver alguma melhora.

Já em crianças maiores de um ano, precisamos abraçar a criança por trás, usando as mãos para pressionar o diafragma, até que a fruta seja expelida.

Após todas as tentativas, precisamos levar a criança ou o bebê rapidamente ao pronto socorro.

*Por Fernanda Ribeiro

Leia também:

Conheça 17 dicas de cuidados com recém-nascido

Veja 28 dicas de cuidados durante a gravidez

Veja 7 dicas de cuidados com as crianças no verão

    -Publicidade-