Seu filho está sempre com fome? Veja o que você pode fazer

O apetite das crianças pode variar muito, devido a uma série de coisas, porém, sempre é bom observá-lo. Aqui vão algumas dicas de como agir quando seu filho parecer comer além da conta

Resumo da Notícia

  • Algumas crianças parecem sempre estar com fome
  • Apesar de, algumas vezes, isso ser normal, pode ser que se torne um problema
  • Veja o que fazer caso essa situação seja comum na sua casa
O que fazer quando seu filho querer comer demais (Foto: Getty Images)

Como pai, pode parecer que você está preso em um ciclo constante de fazer refeições, limpar, fazer lanche, limpar, fazer refeições … repetir para sempre. Isso é esperado quando você tem filhos em casa que comem três refeições e um a dois lanches por dia. Mas para alguns pais, os pedidos de comida parecem nunca terminar. Muitos pais se preocupam com os filhos, que sempre parecem estar famintos, não importa o que façam. Isso pode ser especialmente difícil para os pais preocupados com o peso do filho devido ao IMC atual ou a um histórico familiar de sobrepeso ou obesidade.

-Publicidade-

Se você notou uma grande mudança no apetite do seu filho (para mais ou para menos), vale a pena consultar o pediatra para garantir que tudo esteja bem. Mas, supondo que tudo esteja normal, existem alguns culpados comuns que podem estar na raiz do poço aparentemente sem fundo do seu filho:

1. Suas refeições e lanches não estão enchendo.

-Publicidade-

Muitos “alimentos para crianças” comuns – como bolachas e barras de granola açucaradas – fornecem calorias, mas não são particularmente satisfatórios. O mesmo vale para alimentos feitos com farinha refinada, como pão branco e doces. Isso significa que, mesmo depois de comê-los, seu filho ainda pode estar com fome. Crianças que não comem frutas e verduras, cheias de fibras e líquidos que saciam a fome, também podem não se sentir completamente satisfeitas.

O que fazer: Certifique-se de que as refeições incluam alimentos como grãos integrais ricos em fibras, proteínas e frutas e legumes. O mesmo vale para lanches. Não há problema em ter alimentos com calorias vazias, como pretzels ou bolachas brancas, às vezes, mas a maioria dos lanches deve ser mais como “alimentos para refeições” que contêm nutrientes de enchimento.

2. Ela está tendo um surto de crescimento.

O apetite das crianças varia de ano para ano e até de dia para dia. (Crianças pequenas e pré-escolares são famosas por comer pouco um dia e muito no dia seguinte.) Quando as crianças estão atingindo um pico de crescimento, há um repentino aumento no apetite que pode parecer fora de caráter – e até difícil de satisfazer! É totalmente normal.

O que fazer: lide com essas ondas de apetite com alimentos nutritivos e satisfatórios. Certifique-se de que sua cozinha esteja repleta de opções saudáveis ​​e fáceis, como queijo, abacate e grãos integrais, para que crianças com fome procurem alimentos nutritivos em vez de batatas fritas ou doces.

3. Ele está comendo por tédio.

Ou porque ela se sente preocupada ou nervosa ou excitada. Comer emocional não é apenas para adultos. “Às vezes, para uma criança ‘estou com fome’ significa que estou entediada, chateada ou apenas quero comer”, diz Maryann Jacobsen, MS, RD, autora de How to Raise A Mindful Eater.

O que fazer: comece a conversar com seu filho sobre fome e a importância de ouvir nossas barrigas. Uma escala de fome pode ser útil para ajudar seu filho a avaliar sua fome. Se, na verdade, ele não estiver com muita fome, você pode conversar com ele sobre o que está realmente sentindo e tentar ajudá-lo, seja conversando sobre um problema ou encontrando um livro ou jogo, se estiver entediado. Refeições e lanches programados também podem realmente ajudar. “Fazer refeições regulares e estruturadas à mesa sem pastar no meio ajuda a impedir que a criança aprenda a comer por razões não alimentares”, diz Jacobsen.

4. Ela está com sede.

Não é incomum que a sede seja confundida com fome. As crianças podem ficar tão envolvidas em brincar que se esquecem de continuar bebendo, principalmente em climas quentes.

O que fazer: Tenha uma garrafa ou copo de água designado para o seu filho que possa ser recarregado ao longo do dia. E explique aos seus filhos que às vezes a sede pode parecer fome. Se eles estão realmente com fome, é bom servir um lanche saudável, mas é inteligente verificar também a sede.

Novo aplicativo Pais&Filhos Interativo: teste seus conhecimentos, acumule pontos para trocar por prêmios e leia conteúdos exclusivos! Para baixar, CLIQUE AQUI.

-Publicidade-