Sobrinha de 4 anos de George Floyd é baleada em casa nos EUA

Arianna Delane mora com a família em Houston, no Texas, e estava dormindo em casa quando foi atingida. George Floyd foi morto pela policia em 2020

Resumo da Notícia

  • A sobrinha de George Floyd de 4 anos de idade foi baleada em casa, nos EUA
  • Arianna Delane mora em Houston, no Texas, e estava dormindo quando foi atingida
  • George Floyd foi um homem negro morto pela polícia americana em 2020

Na noite do último sábado, 1 de janeiro, a sobrinha de 4 anos de George Floyd foi baleada enquanto dormia na casa em que mora com a família em Houston, Texas, nos EUA. A imprensa americana ainda informou que a menina estava no local com quatro adultos e outras duas crianças.

-Publicidade-

O pai de Arianna, Derrick Delanne, conversou com a imprensa local sobre o ocorrido. Segundo ele, um homem armado começou a efetuar disparos contra a casa e chegou a tentar entrar no local. Derrick ainda admitiu que a polícia demorou horas para chegar na residência.

Arianna estava em casa com quatro adultos e outras duas crianças
Arianna estava em casa com quatro adultos e outras duas crianças (Foto: Reprodução/ Twitter)

A própria Arianna avisou ao pai que tinha sido atingida. “Fiquei chocado ao ver o sangue e perceber que a minha filha tinha sido realmente atingida. Ela não sabia o que estava acontecendo, ela estava dormindo”, contou ele, a emissora de TV ABC13.

O tiro atingiu a menina no tórax e perfurou o pulmão, fígado e quebrou três costelas. Arianna passou por uma cirurgia de emergência e segue internada em estado estável em Houston. “Por que minha casa foi baleada? Minha filha não sabe. Não posso explicar isso a ela. Como pai, você deve proteger as crianças”, declarou ainda Derrick.

O delegado responsável pelo atendimento do caso, Troy Finner, também se pronunciou pela imprensa e pediu desculpas pela “demora” no socorro da família. “Peço que todos continuem rezando pela recuperação completa da criança e ajudem com informações que possam levar à prisão do suspeito ou suspeitos”, finalizou ele, em comunicado oficial.

George Floyd

Em 27 de maio de 2020, George Floyd não resistiu após ser imobilizado em uma abordagem policial. O agente Derek Chauvin, um policial branco, chegou a ser filmado se ajoelhando sobre o pescoço de Floyd por quase nove minutos enquanto ele dizia não conseguir respirar.

O acontecimento gerou uma série de manifestações nos Estados Unidos e ao redor do mundo, pedindo pela igualdade de direitos entre brancos e negros, lutando contra o racismo.

A cidade de Mineápolis, nos Estados Unidos, na sexta-feira, 12 de março de 2021, que chegou em um acordo na justiça junto com a família de George Floyd pela morte dele. A família do ex-segurança irá receber ao menos menos US$ 27 milhões (cerca de R$ 150 milhões) como indenização pelo ocorrido.

George Floyd foi morto por policiais nos EUA
George Floyd foi morto por policiais nos EUA (Foto: reprodução)

A família dele deu entrada em um processo na justiça federal americana contra a cidade e quatro policiais do município ainda em julho do ano passado. Os policiais e a cidade são acusados pelo uso excessivo de força e violação dos direitos constitucionais.

De acordo com informações do G1, além do dinheiro destinado à família, o acordo também inclui a doação de US$ 500 mil – em nome da família de Floyd – para a comunidade que ocupa uma área no centro da cidade próxima ao local de morte do ex-segurança, que ficou conhecida como George Floyd Square. Desde o ocorrido, a família também recebeu o apoio de famosos, que buscaram ajudá-los com as contas da casa e com a educação da filha de Floyd.