Vídeo: criança de 3 anos salva irmã mais nova de afogamento em piscina

O pai não percebeu que a menina tinha caído na água. Quem o avisou foi a filha mais velha, em Chiang Mai, no norte da Tailândia

Resumo da Notícia

  • Uma bebê caiu na piscina de casa e estava se afogando
  • Os pais da menina não viram o ocorrido
  • A irmã mais velha de 3 anos percebeu o perigo da situação e alertou o pai
  • O homem pulou na piscina e salvou a garota

Uma criança foi salva de um afogamento em uma piscina pela irmã mais velha, de 3 anos de idade, em Chiang Mai, no norte da Tailândia, em 25 de fevereiro. A câmera registrou o momento exato em que a bebê Kaning cai na água e a atitude de Kana para salvá-la.

-Publicidade-
A menina foi salva graças a irmã mais velha de 3 anos de idade
A menina de 3 anos de idade avisou o pai que a bebê estava se afogando (Foto: Reprodução/ Youtube)

O pai das meninas estava perto da piscina quando tudo ocorreu. Mas na hora em que a menina caiu, ele estava de costas para ela, varrendo o quintal, e não viu o acidente. Kana reconheceu a gravidade da situação e rapidamente alertou o pai.

Assim que percebeu que Kaning estava se afogando na piscina, o pai, Apisit, de 29 anos de idade, pulou na água e resgatou a bebê. Apesar do susto e de ter engolido água, a menina passa bem. Assista ao vídeo clicando AQUI! 

A menina foi salva do afogamento graças a irmã
A menina foi salva do afogamento graças a irmã (Foto: Reprodução/ Youtube)

“Eu estava varrendo perto da piscina e minha esposa estava cozinhando na parte de trás da casa. Não estávamos planejando nenhuma atividade na água e não percebi o perigo. Me virei de costas por um momento e minha filha mais nova caiu na piscina. Não ouvi nada. Foi um descuido meu, mas felizmente tenho uma pequena heroína por perto – minha filha mais velha”, disse Apsit  em entrevista ao portal Daily Mail.

Apsit é pai de Kana e Kaning (Foto: Reprodução/ Youtube)

Assim que ouviu os gritos de Kana, o pai ficou desesperado, olhou para trás e não pensou em mais nada além de pular na piscina e tirar Kana da água. “A piscina tem 1,3 metros de profundidade. As meninas não sabem nadar, mas como estão com frequência na água, tem uma noção de como boiar”, contou.

Ele espera que o vídeo contribua para mostrar os riscos de deixar crianças próximas à piscina. “Acho que esse é um ótimo exemplo para lembrar às pessoas que você não pode tirar os olhos nem por uma fração de segundo quando há crianças e água. Quero enfatizar isso para que os pais com crianças pequenas coloquem uma barreira ao redor da piscina, caso a tenham. É o que farei na minha casa”.