Vídeo: Pediatra impede criança de 3 anos de ficar em consultório com mãe

A médica foi dispensada após o vídeo viralizar nas redes sociais

Resumo da Notícia

  • Um vídeo viralizou nas redes sociais recentemente
  • Uma pediatra impediu o filho de entrar no consultório com a mãe
  • O caso aconteceu em Belo Horizonte

Um vídeo circulou nas redes sociais nos últimos dias, onde mostra um menino de 3 anos esperando do lado de fora do consultório pois a pediatra havia proibido a entrada dele. O fato aconteceu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São Benedito, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

-Publicidade-

A pessoa que gravou o vídeo foi Thauan Vítor da Silva Pereira, de 23 anos, que foi até a unidade de atendimento levar o próprio filho, de 11 meses. Em entrevista ao G1 o homem disse que a mãe das duas crianças havia pedido a esposa dele para olhar as sacolas do lado de fora, depois pediu que tomasse conta de um dos filhos pois a pediatra não permitiu que ele entrasse junto.

“Chegamos lá por volta das 16h30 e essa mãe já estava aguardando com os dois filhos. Por volta das 21h30, as nossas fichas foram chamadas. Ela entrou primeiro com as crianças e pediu para minha companheira olhar a sacola que ficou do lado de fora. Rapidamente, a mãe saiu pedindo que também tomasse conta do filho, uma vez que a médica disse que não atenderia os dois ao mesmo tempo porque estava estressada”, lembra Thauan.

pessoas ao redor ficaram chocadas com a criança do lado de fora
As pessoas ao redor ficaram chocadas com a criança do lado de fora (Foto: Reprodução/G1)

Segundo Thauan, o primeiro atendimento foi realizado e, posteriormente, a mãe saiu para pegar o segundo filho e deixou o primeiro, que já tinha consultado, do lado de fora. Ao notar que ficaria sozinho,  o menino ficou em pé perto da porta. Nesse momento, a porta foi fechada bruscamente.

“Ele se assustou, deu um passinho para trás e ficou esperando o atendimento acabar. Eu fiz o vídeo pela situação ter me gerado um sentimento de muita revolta. A mãe não teve opção, ela precisava de atendimento para os filhos e teve que aceitar a imposição da médica. Marquei o prefeito na publicação e hoje tivemos essa informação da dispensa dela”, contou Thauan. Para assistir o vídeo clique aqui!

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Santa Luzia disse que o caso ainda está em apuração, e que a profissional foi dispensada de prestar serviços para a prefeitura. Ainda conforme o comunicado, o desligamento da pediatra não comprometeu o atendimento na UPA.