Ana Cardoso fala sobre instinto materno no 10º Seminário: “A conexão vem de ouvir nossos filhos”

A segunda palestra do 10° Seminário Internacional Pais&Filhos, Quem Ama Cria, ficou por conta da autora de ‘A Mamãe é Rock’ e ‘A Mamãe é Punk’

Resumo da Notícia

  • Chegamos à decima edição do Seminário Internacional Pais&Filhos
  • O tema da vez é: Quem Ama Cria
  • Ana Cardoso falou sobre Instinto Materno, logo após fala de Marcos Piangers, que é marido dela e escreve ao lado dela a coluna 'Ela diz, Ele diz'

Ana Cardoso, nossa colunista, mãe de Anita e Aurora, foi quem deu continuidade nas palestras  do 10° Seminário Internacional Pais&Filhos nesta terça-feira, 1 de dezembro. Nesta manhã, ela falou logo depois do marido, Marcos Piangers, sobre o instinto materno da criação dos filhos.

-Publicidade-
Ana deu sequência a conversa (Foto: Pais&Filhos)

Assim como fazem na coluna, Ana e Marcos trouxeram as diferentes visões sobre um mesmo assunto, neste caso, o instinto. Ela iniciou a conversa falando que não acredita no instinto materno. “Eu nunca senti isso, eu aprendi a cuidar das minhas filhas na prática. É muito comôdo para os homens dizer isso para fugir de algumas situações”, disse. Culpa? Para Ana Cardoso também não deveria existir. “É importante que os filhos vejam que temos outros papéis, viajamos, saímos”, falou.

A jornalista, que é autora do livro best seller ‘A Mamãe é Rock’ e do guia ‘A Mamãe é Punk’, disse que para mulher a gravidez acaba sendo uma cobrança – que nem sempre é bem vinda. “A gravidez geralmente é o sucesso da mulher. Mas quando eu estava grávida me senti fracassada. Queria estabilidade econômica, mas perdi um trabalho por conta disso”, contou. A palestrante ainda disse sobre a situação paradoxal que as mães entram: realizam a vontada da sociedade ao ter filhos, mas não recebem amparo para exercer essa tarefa. 

-Publicidade-

Ana, além de ter participado quatro vezes do TEDX, já participou de uma das primeiras edições do Seminário Pais&Filhos, ao falar sobre a pandemia disse que é normal que grande parte das mães se sintam esgotadas. “Não é que não queira passar mais tempo com minhas filhas, mas também quero tempo para a minha individualidade”, falou. Mesmo com ajuda de Piangers, ela acredita que o peso na rotina feminina é muito maior: “Por mais que eu seja ativista de divisão de tarefas, estou sempre cansada. A gente tem que aprender a deixas as coisas, mas não é fácil”. 

A mãe de Anita e Aurora ainda falou sobre a importância de dar atenção para si mesma. “Temos que desenvolver o instinto do autocuidado. A maternidade não precisa ser pesada, precisamos ser nossas amigas”, falou. Na palestra, ela afirma que é perigoso quando a mulher se anula para viver apenas como mãe. “Precisamos ter essas experiências diferentes”, disse.

E para finalizar, Ana disse que o instinto é um traço de homens, mulheres, jovens e velhos: “A gente tem que desenvolver a conexão com as pessoas das nossas famílias. Não importa quem é você na fila do pão; precisamos prestar atenção no outro, escutar, não julgar, e tentar avaliar as coisas de maneira racional”, concluiu.

O tema do 10º Seminário: Quem Ama Cria

A Pais&Filhos acredita que não existe jeito certo ou errado na hora de criar e cuidar de um filho, mas sim o seu jeito. Por isso, antes de sair por aí procurando mil e uma dicas, saiba que não existe ninguém no mundo que conhece seu filho melhor do que você.

E mais do que isso, em 2020 e com a chegada da pandemia do novo coronavírus no mundo, a criação e cuidado com a família foram além. Esse novo momento trouxe para dentro de cada um de nós um jeito novo de criar vínculos. Palavras como felicidade, impulso, adaptação, abraço, carinho, vínculo, rede de apoio, saudade: tudo isso está na criação de um filho. Mas da onde vem esse ato de criar?

Esse instinto está na parentalidade. E ele não é exclusividade da mãe ou do pai, mas sim de quem cria. Então, na boa, vai na tua! Sem medo de viver, de confiar e de abraçar o que você acha melhor para seu filho.

Sobre o 10º Seminário Internacional Pais&Filhos:

  • Transmissão online no Facebook e YouTube da Pais&Filhos
  • Aberto ao público online e gratuito
  • Inscrição e participação online para os sorteios ao longo do dia, inscreva-se aqui!

Para ver mais detalhes, a programação completa e se inscrever nos sorteios, acesse o site do Seminário!