Especiais

Relembre como foi o 4º Seminário da Internacional Pais&Filhos

Veja como começou o evento que chegará a sua 6° edição neste ano

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

(Foto: Gustavo Morita)

(Foto: Gustavo Morita)

Nosso 6° Seminário Internacional Pais&Filhos já está a todo vapor! Desta vez, o encontro será dia 3 de dezembro novamente na Unibes Cultural, em São Paulo. Você vai passar o dia com a gente já que o Seminário começa às 8h e só termina às 18h10.

O tema será “A Maternidade Muda Tudo (ainda bem)”. Vamos conversar sobre essas mudanças e como você pode enxergar todas as novidades de uma maneira positiva. Entre os nossos palestrantes estão Marcos Piangers, Laura GutmanLuiz HannsAlberto Beltrame – Ministro do Desenvolvimento Social, Ana Fontes – da Rede Mulher, Vera Iaconelli e na mesa redonda, mediada pela nossa diretora editorial Mônica FigueiredoCris Guerra, Luanda Fonseca e Rafaela Donini.

Agora vamos relembrar o 4° Seminário Internacional Pais&Filhos aconteceu em novembro de 2017, na Unibes Cultural, em São Paulo. Estava tudo uma delícia: encontros, reencontros, palestras, bate-papos, ativações, comidinhas e brindes, é claro!

Trouxemos os homens para a discussão. O tema foi: “Cada um do seu jeito”. Por quê? Porque a gente acredita que, quanto mais aprendemos a respeitar o jeito do outro, melhor funciona a família.

Antes a nossa encrenca era que os pais precisavam participar mais, agora que eles entraram na onda é difícil compreender o jeito deles de cuidar das crianças. Mas é preciso! Durante as palestras e conversas na mesa-redonda, foi legal perceber que o tema se diluiu em diversos outros aspectos. Falamos sobre como cada um do seu jeito trabalha na forma de amar, cuidar e educar. “A gente não está aqui para se julgar, mas para se ajudar”, afirmou Marcos Piangers, pai de Anita e Aurora, um dos participantes do evento. O es­critor quis dizer que cada grupo familiar tem seu próprio estilo de criar os filhos, e está tudo bem!

Não existe uma receita para ser a família perfeita. Cá en­tre nós: não existe família perfeita. Mas todas podem ser legais à sua maneira.

Nossos palestrantes

LAURA GUTMAN

A MATERNIDADE É RESPONSABILIDADE DE TODOS
Laura Gutman chegou, pela segunda vez, arrasando no nosso Seminário. Como sempre, ELA TOCA O CORAÇÃO DAS MÃES DE UMA FORMA QUE É POSSÍVEL VER A EMOÇÃO DE CADA UMA PELO OLHAR. “Laura parece que pega a gente no colo”, afirma Priscila Pereira, mãe de João Gabriel e Maria Beatriz. A argentina disse que, quando um filho nasce, as mães são mergulhadas em uma piscina emocional cheia de experiências de passado e presente. “Ela precisa ficar dentro dessa piscina para se conectar com a criança e compreender suas necessidades”, explica a psicopedagoga. Mas é difícil. Segundo Laura, reviver algumas dessas lembranças dói. Por isso é preciso apoio.

“Quando nosso filho nasce, mergulhamos numa piscina emocional com vivências do passado e presente. Precisamos de apoio para lidar com essa fase”

OSMAR TERRA
PROJETO CRIANÇA FELIZ

Osmar Terra, Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, pai de Arthur e Enzo, relembrou a gente do quão importantes são as informações que as crianças recebem nos primeiros dias de vida. “A CAPACIDADE DE DAR E RECEBER AFETO SE ORGANIZA ATÉ OS 18 MESES DE IDADE”, explica ele. Por isso, o projeto “Criança Feliz”, que já está presente em mais de mil municípios brasileiros, tem o objetivo de ajudar no desenvolvimento completo de crianças que vêm de famílias carentes. “Começamos o projeto focando nas crianças e atingimos as famílias inteiras”, concluiu.

“Tão importante quanto o leite materno é a mãe sustentar o olhar para a criança de forma amorosa”

ANNA MARIA CHIESA
ACREDITE NO ABRAÇO
A entrevista que Mônica Figueiredo, nossa diretora editorial e mãe da Antonia, fez com a doutora Anna Maria Chiesa foi uma conversa cheia de sabedoria. Anna, professora de Enfermagem na USP e mãe de Mariana, Bruno e Gustavo, explicou pra gente onde a discussão “cada um do seu jeito” começou. “A PARTIR DO MOMENTO EM QUE OS PAIS COMEÇARAM A PLANEJAR A GRAVIDEZ SURGIRAM EXPECTATIVAS DE