Veja as metas que mais definem cada palestra e mesa-redonda no 12º Seminário Internacional Pais&Filhos

O evento discute o tema “O que de verdade importa”, durante 8 horas ao vivo no Facebook e YouTube da Pais&Filhos

Resumo da Notícia

  • O 12º Seminário Internacional Pais&Filhos tem o tema "O que de verdade importa"
  • O evento conta com palestras, bate-papos e duas mesas-redondas
  • Separamos as principais metas de cada discussão levantada no seminário

Enquanto rola o 12º Seminário Internacional Pais&Filhos com o tema “O que de verdade importa”, Jennifer Detlinger, filha de Lucila e Paulo, editora de conteúdos especiais na Pais&Filhos, seleciona as metas que mais definem cada palestra, bate-papo ou mesa-redonda para te deixar ainda mais por dentro do assunto. Veja quais foram as metas que marcaram o nosso evento!

-Publicidade-

1º Mesa-redonda – O blá, blá, blá não é de mentira

Com Silvia Lobo, Telma Abrahão, Vivian Rio Stella e Isabel Fillardis

Se ouvir mais

É escutando nossa voz interior que podemos entender quem somos como pessoa. “Antes de escutar as coisas em sua volta, você precisa se ouvir para entender as suas individualidades e também escutar a voz que vem de dentro”,  disse Isabel Fillardis.

Não ter medo de falar sobre emoções

Não fomos ensinadas a lidar e dar nome as emoções. Precisamos entender quando estamos tristes, felizes ou com raiva. E também deixar de ser só pai ou filho e realmente dar o exemplo para a criança que está ali. “As palavras são mágicas, quando são ditas com sinceridade”, afirmou Silvia Lobo.

Mudar, mudar e mudar!

A neuroplasticidade prova que podemos mudar até o nosso cérebro com os estímulos certos. Não tem essa de “eu sou explosiva assim mesmo e acabou”. A gente pode sim criar novas histórias a cada geração e aprender a fazer diferente “A vida é uma peça de improviso”, falou Andressa.

Bate-papo com Nathalia Santos – O essencial é invisível aos olhos

Enxergar para além da visão

Você não depende apenas do olhar para entender o que o seu filho quer dizer e criar uma relação de afeto com ele. Você apenas precisa se propor a criar uma criança que vai dar tudo certo

Acreditar que você é um bom pai ou mãe

Confie no seu instinto! Você aprende aos poucos mas precisa acreditar que exercerá a parentalidade da melhor forma.

Entender que o outro é diferente

Sem julgamentos dentro da parentalidade! Cada um vai criar o seu filho de uma forma única.

Palestra com Marcos Piangers – E se só existisse amor?

Aprender que o sucesso vem com o amor

Ser bem-sucedido é ter uma visão positiva de si mesmo e passar essa visão para os filhos.

Olhar no espelho todo dia e falar que você é incrível

Lembre-se de que você está fazendo o melhor, dentro do possível.

Expressar mais o “Eu te amo”

O amor bem estabelecido, o amor expressado em palavras, o amor expressado em tempo de qualidade, o amor expressado em toque físico. Esse amor é expressado de várias formas e essas famílias entenderam que o amor é a coisa mais importante para manter essa conexão.

Palestra com Lia Bock – Menos é menos

Eliminar a culpa do vocabulário

Esquece aquela coisa de nasce a mãe, nasce a culpa. Não temos nem tempo mais de ter culpa.

Ser uma mãe/pai possível

Seja mãe ou pai dentro da sua realidade.

Viver a felicidade dentro de todas coisas

A felicidade está aqui e agora, se não vira algo inalcançável. Se tudo vira um sacrifício, a vida fica impossível. É importante encontrar formas de ter prazer nas coisas que estão na nossa rotina.

Palestra com Melinda Blau – Filhos de todo um mundo

Melinda Blau falou sobre os 3R

Responsabilidade

Não subestime o seu filho. As crianças crescem durante os desafios se nós permitimos. Infelizmente os pais de hoje em dia tendem a subestimar o que as crianças podem entender e fazer. Em muitas, talvez na maioria, das crianças em casas da classe média, com certeza nos EUA e também no Brasil, os pais tentam proteger os filhos de frustrações e de más notícias.

Recreação

Deixe o seu filho brincar e também brinque com ele!

Relacionamentos

Entenda que juntos é possível sim formar uma família feliz. Compartilhe quem você é. Dê pequenos detalhes de você enquanto conhece a outra pessoa. Como um antigo provérbio africano nos lembra: “ Nós vamos mais rápidos sozinhos, mas vamos mais longe juntos”.

2º Mesa-redonda – A voz que vem de dentro

Com Amanda Pereira e André Polonca, pais de Jorginho, Vinicius Campos e Eduardo Lagreca, pais de Milagros, Alfredo e Pablo, e Mariana Felício e Daniel Saullo, pais de Anita, Antônio, José e João.

Criar um filho para a vida

É não esperar que o filho siga aquele caminho que você já trilhou para ele. Criar pra vida é estar ao lado do seu filho quando ele precisar, ensinar e também ser ensinado.

Perder o controle de vez em quando

Perder o controle é entender que somos vulneráveis e humanos. A parentalidade não é uma receita de bolo e não tem manual. É importante perceber que não estamos no controle de tudo, e que bom! É importante pedir ajuda quando for necessário.

Se abrir para escutar o outro

Na relação do casal, um apoia o outro. É importante estar aberto para realmente ouvir o que o parceiro ou parceira está querendo dizer.

Assista ao seminário

O evento está sendo transmitido ao vivo online através do Facebook e YouTube da Pais&Filhos. Além disso, no Instagram, também mostramos os bastidores e flashes do Seminário.

O tema do 12º Seminário: O que de verdade importa

O caminho do meio, a escuta atenta, o diálogo, a presença. Em tempos de tanta polarização, tudo isso está em falta também na parentalidade. De um lado, existe uma opinião. Do outro, uma outra visão. Você fala, mas nem sempre tem a certeza que te escutam. Falam com você, mas muitas vezes você nem ouve.

E no meio desse ringue, sobram as mães sobrecarregadas e exaustas, pais sem poder de fala e filhos não sendo ouvidos. Nas famílias, chegam informações de todos os lados, cobranças, medos, julgamentos, culpa e autopunição. Com o tempo, todos esses sentimentos acabam virando faísca para uma bomba relógio que pode explodir a qualquer momento.

Qual é então o verdadeiro propósito da parentalidade? É criar para a vida. Ensinar e ser ensinado. Dar as mãos e mostrar o caminho. Em tempos de tanta incerteza, a certeza que fica é a de entender o que é essencial para você e a sua família. Vamos juntos nessa busca de encontrar a felicidade, que pode estar na sua cara. É preciso apenas estar aberto para ela.

Acompanhe a programação

11h – Abertura

11h30 – Mesa-redonda 1 | O blá, blá, blá não é de mentira | Silvia Lobo, @silvialobo5, Telma Abrahão, @telma.abrahao, Vivian Rio Stella, @viviriostela, e Isabel Fillardis, @fillards

13h – Bate-papo 1 | O essencial é invisível aos olhos | Nathalia Santos, @nathaliasantos

14h – Palestra | E se só existisse amor? | Marcos Piangers, @piangers

14h45 – Palestra | Menos é menos | Lia Bock, @liabock

15h50 – Palestra | Filhos de todo um mundo | Melinda Blau, @melindablau

16h40 – Mesa-redonda | A voz que vem de dentro | Amanda Pereira, @amandapereira, e André Polonca, @andrepolonca, Vinicius Campos, @viniciuscamposoficial, e Eduardo Lagreca, @edilagreca Mariana Felício, @marianafelicioreal e Daniel Saullo, @danielsaulloreal

18h – Pocket show | Maneva

19h – Encerramento