20 crianças com covid-19 são diagnosticadas com Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica

Na última segunda-feira, 13, a Secretaria da Saúde da cidade de São Paulo emitiu um alerta contando sobre a evolução dos casos em São Paulo. No Brasil todo são pelo menos 197 casos

Resumo da Notícia

  • Prefeitura de São Paulo identificou 20 casos de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica em crianças contaminadas com Covid-19
  • O alerta foi emitido na última segunda-feira, 13
  • Essa síndrome é caracterizada por febre persistente, pressão baixa, conjuntivite, manchas no corpo

Com a pandemia do coronavírus, muitas preocupações começaram a surgir – principalmente quando o assunto é saúde. Com tanta coisa acontecendo, qualquer informação nova é motivo para ficar de olho e entender o que é possível fazer para proteger a família.

-Publicidade-
São Paulo começará a testar capacete que funciona como respirador (Foto: Getty Images)

Na última segunda-feira, 13, a Secretaria da Saúde da cidade de São Paulo emitiu um alerta sobre o caso de 20 crianças infectadas com a Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica, também contaminadas com Covid-19. Desses 20 casos, concentrados na capital paulista, existem 2 óbitos. Em todo o Brasil, são pelo menos 197 casos.

Essa síndrome é caracterizada por febre persistente, pressão baixa, conjuntivite, manchas no corpo, além de diarreia, dor abdominal, náuseas e vômitos. De acordo com especialistas do Centers for Disease Control and Prevention (CDC), para ter essa doença é preciso ser exposta ao coronavírus.

-Publicidade-

Além da Síndrome Inflamatória Multissistêmica, outra doença associada ao coronavírus logo no início da pandemia foi a Doença de Kawasaki, que é uma vasculite aguda rara, que leva a febre persistente e erupções cutâneas.

-Publicidade-