43 livros para criar filhos que respeitem a diversidade

Os pais desempenham um papel essencial na criação de uma sociedade igualitária ao educarem as crianças, por isso é importante ler obras sobre a diversidade, fazendo com que elas tenham contato com as diferenças através da leitura

Resumo da Notícia

  • Toda família importa!
  • Quando a noção de igualdade e respeito está clara para o adulto, isso é passado naturalmente para a criança
  • Educação faz toda a diferença e os pais têm um papel fundamental
É preciso ensinar as crianças a terem respeito às diferenças (Foto: Getty Images)

Uma filhos que respeitem a diversidade é dever de todas as pessoas, seja adulto ou criança, embora uma parcela da população esteja cada vez mais atenta ao tema, há ainda um caminho muito longo a ser percorrido para eliminá-lo. E se você é pai ou mãe saiba que tem um papel fundamental nisso. “Todo livro tem a sua importância e ele sabe a hora certa de aparecer na vida de uma criança”, defende o publicitário, Leandro Castilho, pai Vittorio, de 8 anos.

-Publicidade-

Leandro, conta que lê para o filho desde que ele nasceu, acredita que essa hábito ajuda no desenvolvimento e na conexão com o filho. “É um ritual muito potente, pais e mães lendo para seus filhos. Isso não deveria se perder depois que as crianças crescem e aprendem a ler. Deveria aumentar. É uma conexão difícil de traduzir”, diz.

Ao ser questionado sobre como os livros podem ensinar os filhos, o pai responde: “Difícil responder. Impossível prever. Mas o que eu gostaria é que meu filho seguisse em frente mantendo a curiosidade, o interesse e o respeito pelo mundo plural. Que ele veja beleza nas diferenças. Que entenda e busque esse mundo fora das bolhas óbvias de uma cidade como São Paulo e de um país desigual como o Brasil. Viver passa por ter interesse e empatia por todos os tipos de pessoas, estilos, culturas, histórias, raças, narrativas e ideias. Se isso ajudar a construir um cara bacana com os outros, respeitoso e aliado das diferenças, vou deitar tranquilo no meu travesseiro”.

-Publicidade-

A leitura ajuda seu filho a desenvolver o vocabulário, não só para aprender novas palavras, mas também para ele conseguir dizer o que pensa sobre as coisas. “De um oceano inundando por dentro e virando do avesso. Não consigo imaginar nada mais poderoso, formador, transformador, amoroso e revolucionário do que a literatura e a arte em geral. Ler para uma criança é, de verdade, um ato politico e um ato de amor.  E que elas voem alto depois disso”, defende Leandro, sobre como a leitura causa impacto na vida de uma criança. Para você começar a colocar isso em prática dentro de casa, separamos 43 livros que vão além de ensinar, abrem caminho para conversar sobre o assunto com seu filho.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Kambas Para Sempre | Maria Celestina Fernandes | Kapulana

Em Kambas para sempre, Lueji é uma menina afrodescendente com nome de rainha. Sua família tem origem angolana e hoje mora no Brasil. Lueji gosta de ouvir as histórias da avó sobre o passado dos bisavós, que foram escravizados e chegaram ao Brasil em navios negreiros. Lueji passa por diversos momentos de preconceito, porém, ao final, descobre o valor da amizade e a importância de celebrar as diferenças.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Chapeuzinho Esfarrapado | Ethel Johnston Phelps | Editora Seguinte

O livro reúne narrativas folclóricas do mundo inteiro ― do Peru à África do Sul, da Escócia ao Japão – em que as mulheres são as heroínas das histórias e vencem os desafios com esforço, coragem e muita inteligência. A história é para todo mundo que não se identifica com as princesas típicas dos contos de fadas, ensinando que as maiores virtudes de um herói não são exclusivas a um só gênero.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

O cabelo da menina |  Fernanda Takai | Sesi-SP Editora 

A narrativa conta a história de uma menina que acordou com os cabelos “malucos” e foi para a escola, a atitude da menina causou grande repercussão e o resultado foi inusitado. Acompanhando com leveza esse dia nada normal da menina e de seu cabelo, o livro destaca a importância da autoestima e de reconhecer o que há de belo em cada pessoa.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Errar Faz Parte, Perdoar Faz Bem. Ensinando Crianças a Desenvolver Compaixão |  Aline Henriques Reis | Sinopsys Editora

O livro conta a história de Juninho, um menino que não se permite errar e sofrer com isso. A obra está embasada na terapia focada na compaixão, que tem por objetivo desenvolver a mente compassiva, lembrando a importância de estimular as habilidades de tolerância, aceitação, empatia e não julgamento, motivando a criança a ser capaz de se auto tranquilizar, aumentar a confiança, conexão social e diminuir a experiência de emoções negativas.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

A eleição dos bichos |  André Rodrigues | Companhia das Letrinhas 

Cansados dos mandos e desmandos do Leão, os bichos farão uma eleição para decidir quem será o novo soberano da floresta. Mas, para que tudo aconteça da forma mais democrática possível, terão que aprender tudo sobre esse processo tão importante. Este livro explica o funcionamento das eleições de forma divertida e dinâmica para crianças. Prepare-se para descobrir tudo isso junto com os bichos e escolher o seu candidato. Mas não conte a ninguém: o voto deve ser secreto!

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Frida Kahlo – Para meninas e meninos | Nadia Fink | Editora Chirimbote

O livro de Frida Kahlo, faz parte da coleção antiprincesa, que tem o objetivo de abordar a determinação nas crianças. Frida, foi mulher que mostrou o corpo embora fosse manca, que pintou em uma tela os momentos mais tristes e mais felizes de sua vida, que, apesar de todos os seus sofrimentos físicos, procurou a arte, a alegria e lutou pelo bem do mundo não só para ela, mas também para muitas outras pessoas.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Ernesto | Blandina Franco | Companhia das Letrinhas 

Dizem que este livro é esquisito, que ele tem a capa feia e que é melhor você não ler. Dizem que essa história é mentirosa, e que seu protagonista não é grande coisa.  Às vezes as pessoas dizem coisas sobre as outras sem nem saber direito o que estão dizendo. É o que acontece na vida do Ernesto: ninguém gosta dele, só porque ele não é igual a todo mundo. Nesta história o leitor vai entender sobre o que é ser diferente e refletir se pessoas diferentes realmente merecem ser excluídas.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Grandes mulheres que mudaram o mundo | Kate Pankhurst | V&R Editora

Desde a primeira infância é importante despertar na criança a sensação de segurança, de modo que ela possa acreditar em si mesma e em seus sonhos, e que verdadeiramente eles são possíveis e alcançáveis. Este livro, não é só para meninas, é uma introdução perfeita ao universo dessas incríveis heroínas, que seguiram seus talentos e seus sonhos e ajudaram a moldar o mundo em que vivemos; que mostra aos  leitores como se tornarem protagonistas de sua própria história.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Coisa de Menino | Pri Ferrari | Companhia das Letrinhas 

Tem menino que deseja ser super-herói, jogador de futebol e astronauta. Mas todos eles também podem querer brincar de boneca, cozinhar receitas gostosas e fazer aulas de dança. Muitos meninos crescem ouvindo que não podem agir e sentir da mesma forma que meninas, este livro é para todos aqueles que acreditam que o importante é ter liberdade para fazer da vida o que preferir.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Sartre e Simone | Pascal Reuillard | Tomo Editoria

O livro da coleção de Filosofinhos, convida o leitor a conhecer um pouco da filosofia cujos personagens são grandes filósofos quando ainda eram pequenos… Nessas histórias, os pensadores são crianças, mas já apresentam algumas de suas ideias revolucionárias.  Essa coleção ajuda os adultos a pensarem o mundo e a compreenderem as crianças, mas principalmente mostra como é bom ser curioso e perguntador, como as crianças são.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Contos para garotos que sonham em mudar o mundo | G.L. Marvel | Editora Outro Planeta

Esse livro apresenta de forma divertida as histórias de 50 super-heróis de carne e osso para todos que querem fazer diferença no mundo sem precisar de capa e espada. Como Alberto Santos Dumont, Machado de Assis, Nelson Mandela, William Shakespeare… todos foram jovens que não sabiam o que o futuro lhes reservava, mas fizeram a diferença no mundo!

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

A história dos escravos | Isabel Lustosa | Companhia das Letrinhas 

O livro se organiza em torno da curiosidade de Chico, o personagem da cidade que vai passar uns dias na fazenda do avô e acaba aprendendo o que representou a escravidão na formação do Brasil e suas consequências na vida atual do país. Voltado para o passado brasileiro e para as diferenças e semelhanças entre os inúmeros grupos que constituem a população do Brasil. Mantendo a fidelidade aos fatos históricos, a narrativa conta às crianças como era o Brasil dos escravos.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Malala: Pelo direito das meninas à educação | Raphaële Frier | Editora Pequena Zahar

Malala Yousafzai é símbolo de coragem e paz para o mundo. Paquistanesa e muçulmana, desde os onze anos, luta contra os fundamentalistas islâmicos do Talibã, que dominaram sua cidade e proibiram as meninas de frequentar escolas. Com ilustrações belíssimas e um texto emocionante, a narrativa conta a história dessa jovem mulher, exemplo de caráter e dignidade, e inspiração para todos os povos de todas as raças e crenças.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Malala e seu lápis mágico | Malala Yousafzai | Companhia das Letrinhas 

O livro fala sobre a importância de lutar pelos próprios direitos ― e nunca deixar de sonhar. Quando era apenas uma menina vivendo no Paquistão, o maior desejo de Malala era ter um lápis mágico. Mas quando seu direito à educação foi colocado em perigo por homens que acreditavam que meninas não deveriam ir à escola, Malala percebeu que a sociedade em que vivia precisava de mudanças imediatas. Só então ela foi capaz de enfrentar grandes obstáculos até encontrar dentro de si a força e as ferramentas necessárias para mudar o mundo. A história busca inspirar a nova geração a quebrar o silêncio para transformar o mundo em um lugar melhor.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Olhe para mim | Ed Frack | Editora Pulo do Gato

Kitoko foi adotado, sua nova mãe está grávida e ele se pergunta se continuará a ser amado depois que sua irmã nascer. Enquanto espera pela mãe, Kitoko adormece e sonha com a África, continente onde nasceu. Em sonhos, reencontra a irmã biológica, e relembra tudo o que aconteceu com sua primeira família. Agora o futuro o espera, com uma nova irmã a quem irá amar independente de sua etnia, mesmo que não seja igual a sua irmã biológica.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

O menino marrom | Ziraldo Alves Pinto | Editora Melhoramentos

Esta história rápida e divertida, fala sobre a infância de duas crianças, que de acordo com o nosso grupo social, são distintas em raça. Mas, como possuindo a inocência de toda criança, elas não veem isso como um problema para construírem um grande laço. Juntas, elas vivenciam muitas descobertas e enchem suas cabeças com muitas curiosidades, forçando-as a serem respondidas através de seus esforços.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

A viagem | Tatiana Pinto | Editora Kapulana

Esse é o terceiro volume da série “Contos de Moçambique”, com contos resgatados de histórias antigas do país africano. No livro, Inaya, uma jovem corajosa, deseja ter o mesmo tratamento que seus dois irmãos. Ela sai de sua cidade e durante o caminho enfrenta desafios e situações perigosas que mostrarão a força que toda mulher tem!

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Omo-oba histórias de princesas | Kiusam de Oliveira | Mazza Edições

O livro é reconto de seis mitos africanos com protagonistas meninas, pretas e princesas. O objetivo é empoderar garotas de todos os tempos a partir das histórias. As ilustrações ainda trazem cores e elementos africanos, convidando o leitor à participar da construção dos sentidos das narrativas.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

João o menino mais rico do mundo | Francisco Abreu | Editora Terceiro Nome

O personagem é um garoto que não tem dinheiro, computador, videogame, brinquedos, e nem livros. Mas que é rico de imaginação e sonhos. Um menino que aprendeu a respeitar o mundo e, por isso, é companheiro da felicidade. Com texto carregado de poesias e ilustrações, o livro traz reflexão sobre os reais valores da vida.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Meu crespo é de rainha | Bell Hooks | Editora Boitatá

A obra aborda de maneira lúdica e alegre a beleza dos pretos, exaltando penteados e texturas afro e serve de referência às crianças que se vêm ali representadas e admiradas. Com linguagem simples e carinhosa, aproxima as crianças e traz reflexão fundamental: a busca pela identidade em um mundo em que a diversidade é tão pouco valorizada.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Histórias africanas para contar e recontar | Rogério Andrade Barbosa | Editora do Brasil  

O livro apresenta contos de animais, apresentando os porquês de eles terem determinadas características, sejam elas físicas ou comportamentais. É a tradição popular africana tentando explicar a natureza, fazendo proposições que passam longe da ciência. É um convite ao leitor para conhecer um pouco dos costumes africanos.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Caderno sem rimas marias | Lázaro Ramos | Editora Pallas  

A obra lembra uma fala de criança e o olhar dela deslumbrado pelo mundo: tudo quer saber e entender, questiona e a partir disso, cria sua própria palavra. Ainda fala sobre aquele papo de não existir coisa “de menino” e “de menina” e traz de forma sutil a questão do preconceito. Diverte e envolve o leitor com palavras reinventadas e ressignificadas.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Alfabeto negro | Cristina Agostinho e Rosa Margarida de Carvalho Rocha | Mazza Edições

O livro sensibiliza e traz à tona a questão dos brasileiros negros. Com seleção feita de A a Z, a obra mostra às crianças questões de ancestralidade com palavras de origem africana que remetem a lugares, personalidades e temas africanos e afro-brasileiros na área da cultura. A ilustração é um show à parte!

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Mandela: o africano de todas as cores   Alain Serres | Editora Pequena Zahar

O livro apresenta a história do símbolo de coragem e paz, que lutou a favor da união dos povos de todas as cores é fonte permanente de inspiração. A obra conta com a seção “Para compreender melhor”, em que o leitor encontrará material de pesquisa que inclui: palavras-chave, fotos, um mapa e uma cronologia da vida de Mandela.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Martin e Rosa | Raphaële Frier | Editora Pequena Zahar

O livro narra a história de Rosa Parks, que ousa desafiar a discriminação que os negros sofreram no sul dos Estados Unidos; e também a história de Martin Luther King que, pregando a não violência, protestou pela igualdade. Ao lado de milhares de insurgentes, Rosa e Martin caminham, denunciam e conseguem modificar a lei que separava negros e brancos nos ônibus. Com uma linguagem simples, o livro tem como o objetivo fazer a reflexão sobre as ações motivadas pelo racismo.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Zumbi: o pequeno guerreiro | Kayodê | Editora Quilombhoje

A obra inspira-se na vida de Zumbi dos Palmares para mostrar a importância de coisas como liberdade e paz. Os pequenos Zumbi e Dandara veem o quilombo em que moram ser atacado. Ali as pessoas vivem em liberdade e os dois são felizes. Mas eles vão precisar decidir entre ajudar os moradores, ou fugir. Este livro convida o leitor a fazer uma pequena viagem e traz subsídios para se conhecer um pouco mais a história afro-brasileira.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Amiga ursa: Uma história triste, mas com final feliz | Rita Lee | Globinho

A história da ursa Rowena, que se chamava Marsha e veio parar no Brasil vítima de tráfico de animais. Durante anos, ela foi maltratada em circos e zoológicos até ser resgatada e ir para o Rancho dos Gnomos, onde vive seu tão aguardado final feliz. De maneira leve e divertida, o livro aborda temas como geografia, biologia, a importância da preservação do meio ambiente – e, é claro, o respeito aos animais! Além disso, o livro tem espaços para as crianças escreverem e desenharem, interagindo com a história.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Amoras | Emicida | Companhia das Letrinhas 

O livro conta a história de uma garota com aceitação da sua cor, através de seu texto e das ilustrações aborda a importância de nos reconhecermos no mundo e nos orgulharmos de quem somos — desde criança e para sempre. A narrativa incentiva a autoestima das nossas meninas e demonstra para o mundo as belezas negras.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Histórias de Ninar Para Garotas Rebeldes | Elena Favilli e Francesca Cavallo | V&R Editoras

O livro conta histórias de mulheres valentes, para inspirar os leitores, mostrando com convicção de que a beleza se manifesta em todas as formas, cores e idades. As histórias com esperança e entusiasmo faz reflexão sobre o mundo que estamos construindo. Um mundo onde gênero e etnia não definam quão alto você pode sonhar nem quão longe você pode ir.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Rosa Parks | Coleção Black Power | Editora Mostarda

Esta obra conta a trajetória de Rosa Parks, mulher que, depois de ser presa por ocupar um assento de ônibus reservado para pessoas brancas, deu início ao clamor popular que acabou com a política racista no transporte público dos Estados Unidos. Com a linguagem simples, o livro tem o objetivo de que os leitores percebam que podem ter representatividade negra desde a infância.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Nelson Mandela | Coleção Black Power | Editora Mostarda

O livro com textos simples e as belas ilustrações levarão os leitores a uma viagem repleta de fatos históricos e personagens que se transformaram em símbolo de resistência e superação. Esta obra conta a trajetória de Nelson Mandela, ex-presidente da África do Sul, vencedor do Prêmio Nobel da Paz e principal líder do movimento contra o apartheid, política que legalizava o racismo em seu país.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

 Martin Luther King Jr. | Coleção Black Power | Editora Mostarda

Esta obra conta a trajetória de Martin Luther King Jr., um dos principais líderes do movimento pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos, vencedor do Prêmio Nobel da Paz e figura mundialmente conhecida por pregar a não violência e o amor ao próximo. Com textos inspiradores mostram ao leitor a importância da representatividade negra e suas conquistas.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Barack Obama | Coleção Black Power | Editora Mostarda

A narrativa conta a trajetória de Barack Obama, primeiro negro a assumir a presidência dos Estados Unidos da América, cargo que deixou com grande aprovação popular depois de medidas como defender os direitos LGBT e priorizar a diplomacia em vez de militarismo. A obra leva os leitores a conhecer a trajetória do símbolo de superação e resistência.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Carolina Maria de Jesus | Coleção Black Power | Editora Mostarda

O livro da Coleção Black Power, narra a história de Carolina Maria de Jesus, empregada doméstica, catadora de papel e moradora de favela que, ao lançar o livro “Quarto de despejo: diário de uma favelada”, tornou-se uma das escritoras mais importantes da literatura brasileira. Esta obra tem o objetivo de fazer o leitor a refletir sobre a luta antirracista e exibir a representatividade negra.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

O chamado de Sosu | Meshack Asare | Edições SM.

O personagem Sosu percebe a tempo que sua aldeia corre perigo. Mesmo sem poder andar, ele consegue, com o toque de um tambor, avisar seu povo do perigo iminente. O vilarejo é salvo e Sosu torna-se um herói. O livro fala sobre a convivência social respeitando as diferenças, sobre a superação dos limites físicos e do reconhecimento de um ato corajoso.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Sinto o que sinto: e a incrível história de Asta e Jaser |  Lázaro Ramos | Carochinha Editora

Mesmo para os adultos, lidar com os sentimentos nem sempre é fácil, né? Isso é o que Dan, personagem principal dessa história, percebe ao longo de seu dia, enfrentando diferentes situações que o fazem ter de encarar uma mistura de sentimentos. O livro tem como objetivo ajudar as crianças a entender que é normal sentir raiva, alegria, orgulho, tudo ao mesmo tempo. Aprender a identificar e a nomear tais sentimentos e mostra a importância de se valorizar a nossa ancestralidade.

editoraogums.com (Foto: Reprodução / Divulgação)

A lua cheia de vento | Mel Adún | Editora Ogums

A personagem Mirandinha, uma menina negra do cabelo encaracolado, enfrenta vários obstáculos para alcançar a estrela que tanto deseja.  O livro fala com uma linguagem simples e lúdica sobre o preconceito e o sexismo, trazendo a reflexão sobre o assunto de maneira leve.

saraiva.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

O Menino Nito | Sonia Rosa  | Editora Pallas

Nito abria um berreiro por tudo e ninguém aguentava mais tanta choradeira. Um dia seu pai o chamou num canto e veio com aquele discurso: “homem que é homem não chora.” Essas palavras martelaram na cabeça do Nito. De tal maneira que o menino resolveu parar de chorar, até que ficou doente e os pais tiveram que entender o que estava acontecendo. A narrativa lúdica aborda questões sobre como devemos ensinar os filhos a demonstrar seus sentimentos e mostrar que está tudo bem ter momentos de fragilidade.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

A África, meu pequeno Chaka | Marie Sellier | Companhia das letrinhas

Vovô Dembo é um africano muito alto e muito sábio. Para o menino Chaka, ele tem o tamanho de uma árvore que alcança vinte metros de altura. O avô Dembo conta ao neto histórias sobre a ancestralidade. O livro reata com a tradição africana do contador de histórias, transmitindo um olhar inteligente e mágico sobre o continente africano.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Olelê: Uma Cantiga da África |  Fábio Simões | Melhoramentos

A história fala sobre uma tradicional cantiga infantil do povo que vive às margens de um rio, que cantavam a música que dava coragem às crianças para atravessar o rio. O Kala, o homem mais velho da aldeia, chama os mais novos assim: “Olelê, olelê!”. A canção cita palavras de origem introduzidas no Brasil na época da escravidão e mostra o leitor a ancestralidade das palavras.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Igbo e as princesas | Marcos Cajé| Mondrongo

Este livro conta uma história que se passa em um país do continente africano, envolvendo encantamento e mistérios que se passam em uma aldeia, sua família real, o nascimento das princesas e a coragem de um rapaz chamado Adjo, que busca sua felicidade e sonha em contribuir para o crescimento de sua aldeia junto com o Rei. O livro traz elementos do lúdico e a presença de vários personagens que tornam a história um princípio de confiança e respeito.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

Makeba vai à escola | Ana Fátima | Cogito Editora

O livro conta a história de uma menina de apenas três anos inserida no processo educacional que se depara com a dificuldade de não se sentir aceita dentro do processo de convivência, aprendizado e brincadeiras com outros alunos da mesma idade. Ao longo da narrativa fazem provocações para fazer com que as crianças possam refletir e se sentirem confortáveis diante do ambiente escolar.

amazon.com.br (Foto: Reprodução / Divulgação)

As tranças de minha mãe | Ana Fátima | Uirapuru

Em as tranças de minha mãe o narrador, Akin, uma criança negra, cujo nome significa “guerreiro”, nos leva aos desfechos afetivos ao lado da mãe Najuma e, também, do pai, Amin. Tais tranças vão além da estética visual, fala de representatividade e ancestralidade, cujas raízes são de origens africanas.

-Publicidade-