5 dicas que podem te ajudar a aliviar o estresse do dia-a-dia

A gente sabe: você está com muita coisa na cabeça! São as tarefas da casa, as aulas online, o home office, é totalmente normal ficar irritada. Aqui vão algumas coisas que podem te ajudar com isso

Resumo da Notícia

  • Com tantas tarefas, é completamente normal se sentir estressada
  • Algumas coisas, no entanto, podem te ajudar a minimizar esse sentimento
  • Veja 5 dicas que podem te ajudar a aliviar o estresse do dia-a-dia

São 18h da tarde e pilhas de roupas sujas te encaram no chão. Você percebe que não descongelou o jantar e descobre que o cachorro deixou outra surpresa no chão da sala. Quer você tenha acabado de chegar do trabalho ou esteja discutindo com as crianças depois de um longo dia de aulas e brigas e brincadeiras sem fim, o estresse é inevitável. Você poderia fazer uma pausa, mas quem tem tempo ou dinheiro para massagens regulares? Aqui estão algumas maneiras rápidas e fáceis (e baratas!) De lidar com o estresse diariamente.

-Publicidade-
5 dicas que irão te ajudar a aliviar o estresse do dia-a-dia (Foto: iStock)

Manhãs frenéticas

Como lidar: manhãs frenéticas podem ser intensamente estressantes para famílias com crianças pequenas, segundo Jennifer Jipson, Ph.D., professora associada de psicologia da California Polytechnic State University que atua no Conselho Consultivo Executivo da Goddard School. Faça tudo o que puder ser feito com antecedência na noite anterior – desde preparar os lanches que as crianças levarão à escola até separar o uniforme. Além disso, tente se levantar antes das crianças. É difícil no início, mas vale a pena no final, diz o Dr. Jipson. Pense em como você se sentirá zen tomando um banho relaxante e tomando uma xícara de café sem interrupções. E faça com que crianças desde a pré-escola contribuam na rotina matinal, como levar tigelas de café da manhã para a pia ou calçar meias e sapatos.

Uma lista de afazeres sem fim

Como lidar: Kara Carrero, mãe de três filhos, terceiriza tarefas domésticas, como lavar roupa, para que ela não se estresse tanto em passar bons momentos com seus filhos. A família também percebeu que muito barulho e pouco espaço pessoal podem desencadear em brigas entre pais e filhos. Assim, sempre que o nível de estresse está aumentando, todos fazem uma “pausa na bolha” e vão para sua própria zona da casa com fones de ouvido.

-Publicidade-

Preocupação excessiva

É preciso tirar um tempo para si (Foto: Getty Images)

Como lidar: o autocuidado é a chave. Para Alena Gerst, mãe de dois filhos de Nova York, isso significa deitar em uma esteira de ioga com bolas de tênis ou lacrosse (elas são mais firmes!) sob os ombros enquanto assiste à TV depois que os filhos de 1 e 3 anos vão para a cama. Gerst e o marido têm encontros noturnos regulares cerca de uma vez por mês, enquanto ela também tem uma amiga boa e confiável para enviar mensagens de texto sempre que ela precisa desabafar sem ser julgada. E encontrar tempo para sair com amigas que não têm filhos dá à ela a chance de falar sobre outras coisas além da maternidade.

Pensar que é seu trabalho moldar todos os aspectos dos seus filhos

Como lidar: melhor pensar em si mesmo como um jardineiro do que como um escultor, diz a psicóloga Eileen Kennedy-Moore, Ph.D. “As crianças têm temperamentos e aptidões diferentes. Nosso trabalho é nutri-los e reconhecer suas qualidades únicas, ao mesmo tempo em que os orientamos no aprendizado sobre relacionamentos”, diz ela.

Se entupir de afazeres

Como lidar: Encher sua rotina até  o limite pode muitas vezes sair pela culatra.  Então, simplesmente faça menos. Dr. Jipson recomenda reservar pelo menos duas noites por semana sem programação, para que a família inteira possa estar em casa desfrutando de uma refeição ou jogando um jogo juntos. A quantidade de coisas nem sempre é o melhor, acrescenta o Dr. Kennedy-Moore. Dê a seus filhos espaço para bagunçar e tentar novamente, e para descobrir seus interesses e o mundo ao seu redor.

-Publicidade-